WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
outubro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘pressão alta’

Anti-hipertensivos para todos os pacientes?

DA REDAÇÃO

A hipertensão arterial tem sido a responsável por ceifar muitas vidas, principalmente de jovens, ou deixar pessoas sequeladas, inválidas, improdutivas e onerando suas famílias e a sociedade com os custos de suas necessidades especiais.

Trata-se de uma entidade clínica traiçoeira, que, a princípio não apresenta sintomas. Muitas pessoas acabam descobrindo que são portadoras de hipertensão arterial através de campanhas em praças públicas, nas empresas onde trabalham (durante a realização do exame periódico), ou de outras maneiras, quase sempre ocasionais.

Um relatório médico publicado recentemente pela Universidade de Oxford -EUA afirma que menos pessoas morreriam se os médicos lhes prescrevessem drogas anti-hipertensivas. Especialistas médicos analisaram os resultados provenientes de mais de 100.000 pacientes em duas décadas. :: LEIA MAIS »

Hoje é o Dia Nacional de Combate à Hipertensão: Confira os alimentos que previnem a doença e quais devem ser evitados

DA REDAÇÃO

Hoje é o Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial. Anualmente, quase trezentas mil pessoas morrem no Brasil de doenças cardiovasculares e mais da metade dessas patologias são em virtude de pressão alta, de acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).

A pesquisa Vigitel, divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde, indica aumento de 60% nos casos de obesidade nos últimos 10 anos. A maior incidência da obesidade, um dos fatores agravantes da pressão alta, contribui diretamente nos diagnósticos de hipertensão, que subiram 14% entre 2006 e 2016.

Ter atenção à uma alimentação balanceada é fundamental para quem quer prevenir a doença e, principalmente, para quem já é hipertenso. Excesso de sal nos alimentos, por exemplo, pode ser considerado um perigo para quem sofre de pressão alta.

O que deve ser observado na rotina alimentar para prevenção e cuidados com a hipertensão?

Devemos sempre ter em mente que nem tudo deve ser tão rígido, mas é preciso se alimentar com moderação e cuidado.

Cinco alimentos que ajudam no combate à hipertensão arterial:

Grãos integrais – Aveia, cereais, arroz em moderadas quantidades;

Carnes magras – Isto não significa excluir esta ou aquela carne mas dar preferência para carnes sem gordura, inclusive na forma do preparo optar pelos assados em vez de fritos;

Vegetais – Frescos de preferência e em grandes quantidades sem colocar sal;

Frutas – Boa quantidade de vitaminas e dão o doce necessário para a dieta, tirando as guloseimas e o açúcar do cardápio;

Nozes, castanhas e leguminosas – Feijões, ervilhas e as castanhas fornecem boa quantidade de gorduras boas e recomendadas ao corpo.

Cinco alimentos que devem ser evitados por hipertensos:

Sal – Principalmente o sal que não vemos, como aquele escondido em alimentos processados e industrializados: produtos enlatados, congelados e embutidos;

Molhos prontos – Por trás do sabor industrializado tem sódio nas preparações, não somente na sua forma de sal de cozinha mas em formas de conservantes e saborizantes;

Café – Infelizmente quem é hipertenso deve diminuir o consume de café devido à cafeína ser altamente excitatória do sistema nervosa central e isso contribuir para picos hipertensivos;

Açúcares simples – Presente em doces, refrigerantes, sucos industrializados – contribuem de forma direta ao aumento da obesidade que por sua vez precipita o aumento de pressão;

Álcool – Pode-se dizer que da forma que bebemos – em quantidades excessivas, ele faz muito mal à saúde levando a picos hipertensivos, alterações hepáticas e demais problemas ligados ao alcoolismo.

Pressão exageradamente alta com frequência, pode ser sinal de insuficiência renal

DA REDAÇÃO

Verifique regularmente a sua pressão arterial, pois, na maioria dos casos o hipertenso não tem sintomas. E se a pressão se eleva a níveis críticos com muita frequência é necessária a realização de exames para rastrear a causa deste fenômeno, que fala muito a favor de falência renal, ou seja insuficiência renal.

A hemodiálise é o melhor tratamento para a insuficiência renal, antes do transplante de rins

 INSUFICIÊNCIA RENAL
É a perda das funções dos rins, podendo ser aguda ou crônica.

Insuficiência Renal Aguda

Em alguns pacientes com doenças graves, os rins podem parar de funcionar de maneira rápida, porém temporária. Rápida porque a função renal é perdida em algumas horas e temporária porque os rins podem voltar a funcionar após algumas semanas. A esta situação os médicos chamam de insuficiência renal aguda. Em muitas ocasiões o paciente necessita de ser mantido com tratamento por diálise até que os rins voltem a funcionar. :: LEIA MAIS »

Cozumel: um refrescante perigo

DA REDAÇÃO

POR WOLMAR CARREGOZI*

cozumel foto A cerveja foi incluída na categoria de base para drinques e a mais recente mania entre os biriteiros é o cozumel, que reúne a bebida com limão, gelo e sal.

Cozumel é uma ilha do Mar das Antilhas, pertencente à província de Quintana Roo (Caribe Mexicano).

Fica situada perto da costa oriental da península de Iucatã. Está coberta por um espesso bosque e possui abundante pesca. Sua principal atividade é o turismo, apresentando uma indústria hoteleira desenvolvida. Possui um aeroporto.

A refrescância do lugar foi o que inspirou os coqueteleiros a batizar o drinque com este nome, que recentemente tornou-se uma “febre”, principalmente na região centro-oeste do país. Porém, em contraposição à saúde, à energia e à vitalidade existentes na ilha, a bebida é uma perigosa armadilha. :: LEIA MAIS »

Educação reduz pressão arterial

DA DN CIÊNCIA

Ainda que o stress aumente com os exames, a educação a longo prazo é bom para a pressão arterial, segundo cientistas norte-americanos.

Pressão arterial alta ou hipertensão está ligada a ataques cardíacos, infartos e insuficiência renal.

O estudo publicado no jornal “BMC Public Health” mostra que a ligação é mais evidente nas mulheres do que nos homens.

As pessoas que têm níveis superiores de educação têm menos riscos de ter doenças cardíacas. E os investigadores acreditam que é por terem níveis de pressão arterial mais baixos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia