WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
setembro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘oms’

Por que a OMS decidiu classificar o vício em games como transtorno mental

DA REDAÇÃO

POR LUIZA BANDEIRA

Desordem fará parte da nova Classificação Internacional de Doenças, que será publicada em 2018. Inclusão não gera consenso entre especialistas

A OMS (Organização Mundial da Saúde) decidiu incluir o vício em jogar games em sua lista de transtornos mentais. A desordem fará parte da nova Classificação Internacional de Doenças, a chamada CID-11, que será publicada em 2018.

Ao adicionar o transtorno à sua lista de doenças, a OMS afirma que esse é um diagnóstico oficial, que pode ser usado por médicos e outros profissionais de saúde. A CID foi divulgada pela primeira vez em 1983 e está, atualmente, em sua décima versão, de 1990. :: LEIA MAIS »

OMS: maioria que tem HIV não sabe da infecção

DA REDAÇÃO

Mais de 50% das pessoas infectadas pelo vírus da aids não sabem que estão contaminadas e 10 milhões em todo o mundo não têm acesso a remédios e tratamento. O alerta está em novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta para a necessidade de US$ 10 bilhões para garantir o tratamento a todos.

No mundo, 33,4 milhões de pessoas são portadoras do HIV, mas apenas um terço tem acesso a remédios. No Brasil, cerca de 250 mil não sabem que estão contaminadas. O País não integra o grupo de nações que garantiram acesso universal ao tratamento. :: LEIA MAIS »

Tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo

DA REDAÇÃO

Tabagismo no mundo

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres), sejam fumantes.

Pesquisas comprovam que aproximadamente 47% de toda a população masculina e 12% da população feminina no mundo fumam. Enquanto nos países em desenvolvimento os fumantes constituem 48% da população masculina e 7% da população feminina, nos países desenvolvidos a participação das mulheres mais do que triplica: 42% dos homens e 24% das mulheres têm o comportamento de fumar. :: LEIA MAIS »

Vacina japonesa contra a dengue entra na última fase

DO ESTADO DE SÃO PAULO

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou ontem o início da última fase de testes clínicos de uma vacina contra a dengue desenvolvida pela empresa farmacêutica japonesa Takeda Pharma.

Em dezembro, a Anvisa havia autorizado o início da terceira fase dos testes clínicos da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantã, além de aprovar o registro da vacina da Sanofi-Pasteur

De acordo com a Anvisa, o Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento enviado à agência pela Takeda Pharma foi aprovado. No documento, constam os resultados não clínicos e clínicos obtidos até agora com o produto, além dos cumprimentos das exigências técnicas realizadas pela agência reguladora para verificar a qualidade e segurança necessárias antes da realização da fase 3 dos testes clínicos, pleiteada pela empresa. Os testes consistem na última etapa necessária para que o pedido de registro possa ser feito na agência. :: LEIA MAIS »

Ebola volta a matar na África

logo-agencia-positivo

  A Organização Mundial de Saúde (OMS) confirmou hoje (15) a morte de uma estudante de 22 anos, em Serra Leoa, causada pelo Ebola, um dia depois de ter anunciado o fim da epidemia.

Segundo fontes oficiais e da própria OMS, a mulher fora internada num hospital de Magburaka, no norte do país e já próximo da fronteira com a Guiné-Conacri, e acabou morrendo quinta-feira, depois de os testes terem confirmado a doença.

A mulher, que se encontrava de férias com a família, morreu em casa e a sua morte foi comunicada a um hospital, que confirmou as causas. Augustine Junisa, responsável distrital de Saúde de Magburaka, disse aos jornalistas que serão efetuados mais testes ao longo do dia de hoje, visando avaliar se os familiares foram contaminados. Ela apelou à população da região, estimada 40 mil habitantes, para que se mantenha calma. :: LEIA MAIS »

Apenas 38% da população já fez teste para detecção da hepatite C

DO DIÁRIO DO GRANDE ABC

POR NATÁLIA FERNANDES

Uma doença silenciosa e que acomete 2,5 milhões de pessoas no País, sendo que 60% delas desconhecem o fato de estarem doentes. O cenário da incidência da hepatite C, mal responsável pela morte de pelo menos 9.000 brasileiros por ano, é agravado pelo fato de que apenas 38% da população já fez o teste específico para detecção do vírus, segundo pesquisa Datafolha. 

Diante dos números, entidades médicas lançaram ontem, Dia Mundial de Combate à Hepatite C, campanha para conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce. Estimativa da Pasta estadual indica notificação de 68,2 mil novos casos de infecção pelo vírus em todo o Estado desde o ano 2000. A OMS (Organização Mundial da Saúde) fala em 170 milhões de pessoas com o problema em todo o mundo e 500 mil mortes em decorrência do mal. :: LEIA MAIS »

Saiba mais sobre a Anemia

DA REDAÇÃO

Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal como resultado da carência de um ou mais nutrientes essenciais, seja qual for a causa dessa deficiência.

Sonolência excessiva pode ser sintoma de anemia

As anemias podem ser causadas por deficiência de vários nutrientes como Ferro, Zinco, Vitamina B12 e proteínas.

Porém, a Anemia causada por deficiência de Ferro, denominada Anemia Ferropriva, é muito mais comum que as demais (estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de Ferro).

O Ferro é um nutriente essencial para a vida e atua principalmente na síntese (fabricação) das células vermelhas do sangue e no transporte do Oxigênio para todas as células do corpo.

Crianças, gestantes, lactantes (mulheres que estão amamentando), meninas adolescentes e mulheres adultas em fase de reprodução são os grupos mais afetados pela doença, muito embora homens -adolescentes e adultos- e os idosos também possam ser afetados por ela. :: LEIA MAIS »

Vírus do Ebola mata mais rápido do que a OMS consegue responder

DO PTJORNAL

A Organização Mundial de Saúde reconhece que a epidemia de Ebola já terá provocado mais mortes do que as 2400 registadas a nível oficial. Em três dos países afetados, “o número de casos aumenta mais que a capacidade para geri-los”, alertou Margaret Chan.

A velocidade com que o vírus do Ebola está matando, em especial na Guiné-Conacri, na Libéria e na Serra Leoa, é superior à velocidade com que a comunidade internacional está  respondendo à epidemia.

O alerta partiu da diretora geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Margaret Chan, no dia em que a atualização dos dados ter demonstrado que o número de mortos provocado pelo Ébola já ultrapassou os 2400. :: LEIA MAIS »

Consumo de álcool no Brasil cai, mas ainda supera média mundial, diz OMS

DA VEJA ONLINE

Brasileiro ingere 8,7 litros da bebida pura por ano — no mundo, a média é de 6,2 litros anuais por pessoa

O abuso no consumo de álcool no Brasil caiu nos últimos dez anos, mas ainda supera a média mundial. Os dados fazem parte de um levantamento de dados de 194 países divulgado nesta segunda-feira pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o órgão, o consumo excessivo de bebida alcoólica causou 3,3 milhões de mortes no mundo em 2012 — ou 5,9% de todos os óbitos no ano.

De acordo com dados mais recentes da OMS, o consumo médio de álcool no mundo entre pessoas acima de 15 anos em 2010 era de 6,2 litros por ano por indivíduo. Já no Brasil, uma pessoa dessa faixa etária ingere, em média, 8,7 litros de álcool por ano — há dez anos, o índice era de 9,8 litros. A OMS prevê, no entanto, que a ingestão no Brasil pode voltar a crescer, ultrapassando 10 litros por ano por pessoa. Nas estimativas, é considerado apenas o volume de álcool ingerido, não o volume total da bebida. :: LEIA MAIS »

OMS alerta que falta de higiene causa milhões de infecções hospitalares

DA RÁDIO ONU

A Organização Mundial da Saúde alertou que milhões de pacientes em hospitais e clínicas contraem algum tipo de infecção por falta de higiene, todos os anos.

Segundo a OMS, a maioria dessas doenças poderia ser evitada simplesmente se médicos, enfermeiros e cuidadores lavassem as mãos antes e depois do atendimento. A organização celebra, este domingo, 5 de maio, o Dia Mundial para a Promoção da Higiene de Mãos. :: LEIA MAIS »

Cuidar da saúde adequadamente requer atitude global

DA REDAÇÃO DO ACESSEMED.COM.BR

POR WOLMAR CARREGOZI*

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1,2 bilhões de pessoas, entre as quais 200 milhões de mulheres, sejam fumantes. O cigarro é responsável por 90% dos casos de câncer de pulmão, que este ano deverá causar cerca de 12 mil mortes.

Apesar destes índices, as pessoas, muitas vezes, não se dão conta de que estão cometendo erros crassos quando chegam ao consultório médico querendo fazer check-up, pois estão preocupadas com a saúde, porém, com um histórico de ingestão regular de alimentos gordurosos e até mesmo com um maço de cigarros no bolso. Alguns até se vangloriando por estarem fazendo caminhada ou frequentando alguma academia. Outros, dizem com orgulho que estão usando os anti-hipertensivos conforme foi indicado pelo médico. :: LEIA MAIS »

Exposição a químicos presentes no cotidiano tem riscos para saúde

DO JORNAL DE NOTÍCIAS

A Organização Mundial de Saúde alertou, num relatório, para os riscos para a saúde humana dos químicos presentes na maioria de produtos industriais que temos em casa. São disso exemplo equipamentos eletrónicos, produtos de higiene, cosméticos e aditivos e contaminantes encontrados em alimentos.

A exposição a químicos desreguladores endócrinos (QDE), químicos presentes em quase tudo e que interferem com o sistema hormonal, tem “graves riscos” para a saúde humana e o ambiente, alertou o relatório divulgado na terça-feira por duas agências da Organização das Nações Unidas (ONU), a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Programa das Nações Unidas para o Ambiente (PNUA). :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia