WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
setembro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘ministério da saúde’

Vacina contra zika desenvolvida no Brasil pode evitar transmissão e proteger bebês

DA REDAÇÃO

Mosquitos Aedes Aegypti são vistos em tubo de ensaio em laboratório que estuda vacina contra zika (Foto: Valery Hache/AFP/Getty Images)

Experimentos com animais também revelaram outra possível sequela da doença: infertilidade nos machos

Uma vacina contra o vírus da zika em desenvolvimento pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, mostrou ser capaz de prevenir a transmissão da doença e o contágio de filhotes durante a gestação em testes com animais. O imunizante é um dos que está em estágio mais avançado de desenvolvimento contra a doença, apontada como responsável por um surto de casos de microcefalia no país durante epidemia entre 2015 e 2016.

Os testes pré-clínicos da vacina foram realizados em camundongos e macacos simultaneamente no IEC, vinculado ao Ministério da Saúde, e em instituições nos EUA parceiras na pesquisa, e seus resultados foram relatados na edição desta semana do periódico científico “Nature Communications”. :: LEIA MAIS »

Homens e Mulheres até 26 Anos receberão vacinação contra HPV pelo SUS

DA REDAÇÃO

Homens e mulheres, entre 15 e 26 anos, também poderão receber a vacina de HPV pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida tem caráter temporário e foi aprovada na quinta-feira (17), em Brasília (DF), durante a reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), composta por representantes do governo federal, estados e municípios.

A iniciativa, válida a partir desta sexta-feira (18), será para os municípios que ainda tenham vacinas em estoque, com prazo de validade até setembro de 2017. Com o fim dos estoques a vencer, a orientação do Ministério da Saúde é que a vacina continue sendo administrada apenas no público-alvo (9 a 15 anos). :: LEIA MAIS »

SUS terá fila única em cada estado para cirurgias eletivas

DA REDAÇÃO 

Governos estaduais e municipais terão 40 dias para integrar informações sobre demandas. Medida será pré-requisito para receber R$ 360 milhões destinados aos mutirões

O Ministério da Saúde vai criar uma fila única para cirurgias eletivas em todos os estados do País. Os gestores terão 40 dias para integrar suas informações aos dos municípios e enviar à pasta a quantidade de pacientes que aguardam pela realização dos procedimentos. A medida vai dar transparência e agilidade ao atendimento dos pacientes, que muitas vezes ficavam sujeitos à fila de um único hospital e deixava de concorrer a vagas em outras unidades da região. Além disso, ao saber a demanda nacional, o governo federal poderá alocar os recursos de forma mais eficiente e equânime. :: LEIA MAIS »

Conheça os benefícios e alguns riscos do beijo na boca

DA REDAÇÃO

Beijo na boca é prazeroso, mas traz uma série de riscos à saúde.

Dar e receber beijos é uma forma de reduzir a ansiedade e de melhorar o humor

Se tem um dia que merece ser comemorado é o Dia do Beijo. A data é celebrada nesta quinta-feira. Que beijar é muito bom, (quase) ninguém discorda. Mas nesse ato há muitos outros benefícios, que vão além da troca de carinho, e também alguns riscos, que devem ser conhecidos. Pode parecer estranho, mas na boca humana há aproximadamente 800 tipos de bactérias. Elas são permutadas durante o beijo e isso acaba aumentando as defesas naturais do organismo, em um processo parecido com o da vacina. :: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde amplia público-alvo de seis vacinas

DA REDAÇÃO

Foi estendida a faixa etária para quem vai receber doses de tríplice viral, tetra viral, dTpa adulto, HPV, meningocócica C e hepatite A

Para a campanha de vacinação deste ano, o Ministério da Saúde decidiu ampliar o público-alvo de seis vacinas. A faixa etária de quem vai receber as doses de tríplice viral, tetra viral, dTpa adulto, HPV, meningocócica C e hepatite A será expandida.

A medida foi possível devido à economia de R$ 66,5 milhões, obtida pelo Ministério da Saúde a partir da negociação e redução de até 11% no valor da dose de três vacinas: Hepatite A, HPV e dTpa. Com isso, foi possível ampliar a cobertura vacinal e a adquirir mais de 11,5 milhões de doses da vacina de febre amarela.

“O Ministério da Saúde investe anualmente R$ 3,9 bilhões na compra de 300 milhões de doses de vacinas para proteger contra 20 tipos de diferentes de doenças. Estamos conseguindo negociar com os fornecedores, inclusive os laboratórios públicos, vacinas por um menor preço”, afirmou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A coordenadora do Programa Nacional de imunização (PNI), Carla Domingues, alertou para a necessidade da população ficar atenta às vacinas que estão disponíveis durante todo o ano nos postos de saúde.

“Não adianta termos todas as vacinas preconizadas pelo Organização Mundial de Saúde (OMS) disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) se a população não se conscientizar da necessidade de manter a caderneta de vacinação atualizada”, destacou Carla Domingues. :: LEIA MAIS »

Dermatologistas alertam população sobre exposição ao sol

DO ACESSEMED

Com a chegada do Verão e das altas temperaturas, a população precisa adotar cuidados extras em relação à exposição ao sol. O aviso foi feito pelo Ministério da Saúde, nesta semana. De acordo com dermatologistas, desidratação e queimadura da pele são algumas das consequências de um verão sem cuidados básicos.

Além de fazer mal para a beleza e saúde da pele, o calor e o sol intenso também podem causar insolação. Desidratação e queimadura são os sintomas mais frequentes desse mal-estar, além de dor de cabeça, tontura e febre. Casos mais graves podem causar inconsciência. :: LEIA MAIS »

Gravidez na adolescência: ações do Ministério da Saúde

DA REDAÇÃO

A gravidez na adolescência tem sido um percalço importante na vida de muitas famílias, uma vez que, não muito raramente, interrompe ou atrapalha muito o ciclo evolutivo da vida escolar dos jovens

Nas últimas duas décadas, a gravidez na adolescência se tornou um importante tema de debate e alvo de políticas públicas em praticamente todo o mundo. Neste sentido as principais ações do Ministério da Saúde são:

– A implantação da política de direitos sexuais e direitos reprodutivos como uma prioridade de governo de cunho intersetorial envolvendo: Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas para Mulheres, Ministério do Desenvolvimento Social, Ministério da Educação, da Justiça, Desenvolvimento Agrário, Secretaria de Promoção da Igualdade Racial. -Política em relação ao planejamento familiar incluindo adolescentes e jovens. :: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde quer planos de saúde mais acessíveis

DA REDAÇÃO

Ofício foi enviado à ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informa que recebeu ofício do Ministério da Saúde com o encaminhamento de sugestões visando tornar a contratação de plano de saúde mais acessível à população.

ANS disponibiliza número de beneficiários de planos de saúde relativos a dezembro

Dados divulgados pela própria agência evidenciam que em um ano – comparando dados de dezembro de 2015 com dezembro de 2016 – o número de beneficiários em planos de assistência médica registrou queda de 2,8% (cerca de 1,4 milhão). :: LEIA MAIS »

Saúde investe R$ 197 milhões para tratamentos nefrológicos

DA REDAÇÃO

Mais de 83 mil pacientes renais crônicos que necessitam de tratamento contínuo e dependem do SUS vão ser beneficiados. Incremento na verba chega a R$ 197 milhões anuais para custeio dos procedimentos.

Deste montante a Bahia foi contemplada com R$ 12.928.448,21. Vitória da Conquista receberá R$ 1.002.845,46, para investir nos tratamentos nefrológicos.

O Ministério da Saúde acaba de liberar R$ 197 milhões para custear tratamentos nefrológicos, beneficiando 83 mil pacientes renais crônicos que necessitam de tratamento contínuo e dependem do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os recursos vão custear os procedimentos de Terapia Renal Substitutiva (TRS) em todo o Brasil e são referentes ao reajuste da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais (OPMEs) anunciado em janeiro de 2017. :: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde reduz acesso a hemoderivados no País

DO ESTADÃO

O Ministério da Saúde reduziu a distribuição no País de medicamentos indispensáveis para o controle de hemofilia, os hemoderivados.

A estratégia, que, de acordo com governo tem como principal objetivo se adequar às reais necessidades, faz com que pacientes, com medo da falta do produto, passem a usar os fatores apenas em caso de emergência. Representantes de Hemocentros, numa reunião realizada em junho, afirmaram em documento não haver estoques estratégicos.

No Paraná, seis cirurgias foram desmarcadas, mas o Ministério atribui o fato a uma mudança repentina na quantidade de procedimentos, sem que houvesse informação prévia.

Hemofilia é uma doença congênita e pacientes com o problema têm dificuldades na coagulação. Hemoderivados, que antes eram usados para estancar sangramentos, agora são indicados também para prevenir crises. Embora não seja incomum pacientes precisarem de tratamento de urgência, o coordenador da área de sangue e hemoderivados do Ministério da Saúde, João Paulo Baccara, afirmou não haver necessidade de estoque nas regiões. :: LEIA MAIS »

Técnica em enfermagem do trabalho fala da importância da vacinação contra a gripe nas empresas

DA REDAÇÃO

POR JOANA NAIRA DIAMANTINO

Joana

Joana Naira Diamantino é técnica em enfermagem do trabalho na INB – Indústrias Nucleares do Brasil, URA-Caetité-BA

Como parte do cuidado que deve ser dispensado ao trabalhador pela equipe de saúde do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) de cada empresa que tem compromisso real com seus empregados, o técnico de enfermagem do trabalho deve estar diretamente envolvido nas campanhas preventivas, como é o caso da vacinação contra a gripe.

O prazo da vacinação foi prorrogado, devido a não ter sido atingida a meta inicialmente prevista pelo Ministério da Saúde. A cobertura vacinal ficou, portanto, aquém da expectativa. A Campanha deste ano vacinou 46,2% do público-alvo no período estipulado. A prorrogação tem como objetivo atingir a meta de vacinar 80% das pessoas vulneráveis às complicações da gripe.

As pessoas que perderam o período de vacinação contra a gripe terão mais uma oportunidade de se proteger contra a doença. O Ministério da Saúde irá prorrogar a campanha nacional até o dia 12 de junho. :: LEIA MAIS »

Com novas regras, planos de saúde não precisam pagar cesarianas agendadas

DA AGÊNCIA BRASIL

Planos de saúde não precisarão mais pagar por cesarianas agendadas

As novas regras de estímulo ao parto normal para os associados aos planos de saúde, divulgadas nesta semana, preveem que as operadoras não serão mais obrigadas a pagar por cesarianas desnecessárias.

Apesar de a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) julgar que esta é a opção pela saúde da mulher e do bebê, movimentos feministas e o Conselho Federal de Medicina acham que a nova regra fere a autonomia da mulher na escolha do parto.

O diretor adjunto da diretoria de produtos da ANS, João Barroca, acredita que o direito à escolha deve ser relativizado diante do direito à saúde. “Ninguém vai contra a cesariana, desde que haja indicação do procedimento cirúrgico.

A opção é pelo direito à saúde”, defendeu Barroca. Para ele, aos poucos, a cultura do parto natural ganhará mais força no Brasil. As operadoras de plano de saúde apoiaram as novas regras. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia