WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
outubro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘ldl’

Cardiologistas brasileiros estabelecem valores mais rígidos de colesterol ruim

DA REDAÇÃO

As placas de colesterol vão estreitando as paredes dos vasos sanguíneos, até causar obliteração total e, consequentemente infartos e AVCs.

Na prática, os exames agora vão indicar os valores de referência de acordo com o risco cardíaco dos pacientes. Para facilitar avaliação de médicos e o entendimento de pacientes sobre grupos de risco, sociedade brasileira lançou aplicativo gratuito

As altas taxas de colesterol na população levaram a novas mudanças nos parâmetros usados pelos médicos para medir o problema. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) alterou valores de referência para colesterol e triglicérides, fechando o cerco dos limites considerados ideais.

A mudança atinge principalmente o colesterol LDL, o “ruim”. Pacientes com risco cardíaco muito alto devem ter o índice abaixo de 50 miligramas por decilitro de sangue – antes, o ideal era de 70. Com a nova diretriz, o Brasil passa a ser o país mais rígido nesse parâmetro, segundo a SBC. :: LEIA MAIS »

Veja como transformar o colesterol vilão em mocinho

DA TRIBUNA DA BAHIA

Pessoas expostas a altos níveis de colesterol LDL durante muitos anos, tem mais risco de apresentar deterioração cognitiva leve: perda de memória, da atenção, alteração da linguagem e e do estado de ânimo, como sugere um estudo espanhol publicado no "The American Journal of Medicine".

Ele tem fama de vilão. Em excesso, representa um risco para a saúde. No entanto, é essencial à manutenção da vida.

O colesterol não é exatamente uma gordura, como a maioria das pessoas pensa. Quimicamente, é um álcool, que serve como matéria-prima para a produção de outras substâncias essenciais ao nosso organismo, a exemplo do cortisol e dos esteroides sexuais.

Ele tem origem externa via alimentação e é produzido no próprio fígado. Vale ressaltar que a produção interna é responsável por 75% do colesterol que circula em nosso corpo.

Dessa forma, há pessoas que têm uma alimentação saudável e, mesmo assim, apresentam níveis elevados de colesterol. :: LEIA MAIS »

Descoberto mecanismo capaz de reduzir o colesterol ruim

DO DS

A enzima IDOL liga-se a receptores LDL, degradando-os e impedindo que eles se liguem ao colesterol ruim

Baixar o LDL

Cientistas anunciaram um grande avanço para o desenvolvimento de medicamentos para combater o chamado colesterol ruim (LDL) no organismo.

O LDL (Low-Density Lipoproteins: lipoproteínas de baixa densidade) é frequentemente associado a problemas que incluem doenças cardíacas, derrame cerebral e obstrução das artérias.

Em um organismo com um funcionamento normal, as células do fígado produzem um receptor LDL que se liga e remove essas lipoproteínas do sangue, diminuindo assim os níveis de colesterol.

Enzima IDOL

Os cientistas identificaram uma enzima, chamada IDOL, que desempenha um papel fundamental na regulação da quantidade desses receptores de LDL disponíveis para se ligar com o colesterol ruim e eliminá-lo. :: LEIA MAIS »

Nível de colesterol em brasileiros assusta médicos

O excesso de gordura saturada vai se depositando nas paredes das artérias e veias, até entupi-las e ocasionar um infarto ou AVC

DA ASSOCIAÇÃO MÉDICA DE MINAS GERAIS

Existem dois tipos de colesterol. O bom, chamado de HDL, e o mau, chamado de LDL. O HDL é benéfico por facilitar a eliminação do mau colesterol do organismo ao retirá-lo das células. Já o LDL é o causador de problemas e doenças.

O colesterol, também conhecido como ‘gordura do sangue’ é encontrado em alimentos de origem animal e também em todas as células humanas. Ele é uma substância esbranquiçada, sem cheiro e gordurosa, necessário para a fabricação da bile, dos hormônios e da vitamina D. O excesso da substância no organismo faz com que placas de gordura se formem nas artérias, podendo causar doenças cardiovasculares. Acredita-se que 15% dos casos de derrame cerebral e 56% das doenças cardiovasculares sejam causadas por níveis elevados de colesterol. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia