WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
outubro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘infarto’

Tratamento com células-tronco recupera tecido cardíaco após infarto

DA VEJA ONLINE

Estudo realizado durante dois anos com pacientes que sofriam de doenças cardíacas resultou em aumento do volume de sangue bombeado pelo coração e recuperação de tecido infartado

Insuficiência cardíaca: Células-tronco extraídas do próprio paciente mostram potencial para reverter esse quadro

Pacientes que receberam tratamento com células-tronco durante dois anos apresentaram melhoras significativas nas funções cardíacas. Esses foram os resultados da primeira fase de um ensaio clínico realizado por pesquisadores da Universidade de Louisville e do Brigham and Women’s Hospital, da Universidade de Harvard. Os dados foram apresentados nesta terça-feira, durante encontro da American Heart Association, que acontece em Los Angeles. :: LEIA MAIS »

Morre o cantor Wando

DO G1.COM.BR

Segundo médico particular, ele teve uma parada cardiorrespiratória. Cantor estava internado desde 27 de janeiro.

O cantor Wando morreu aos 66 anos na manhã desta quarta-feira (8) no Biocor Instituto, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde estava internado desde o dia 27 de janeiro. A informação é do médico particular dele, João Carlos de Souza Dionísio. Segundo o médico, ele teve uma parada cardiorrespiratória às 8h desta quarta-feira (8). :: LEIA MAIS »

Efeito sanfona

DE O DIA ONLINE/SAÚDE

Dieta radical com rápida perda de peso provoca engorda ainda maior depois, além de risco de AVC e infarto

Rio – A webdesigner Janaina Gonçalves Correia, 35 anos, já apelou a diversas ‘receitas’ mirabolantes para perder peso: fez a dieta das frutas, dos shakes, da gelatina, dos pontos. “Perdi peso. Mas semanas depois recuperei tudo”, conta. Esse ciclo de engorda-emagrece-engorda é o chamado efeito sanfona, alteração que pode resultar em danos ao metabolismo, efeitos estéticos (estrias, flacidez, celulite) e maior risco de aumento de colesterol ruim, hipertensão, infarto e AVC. :: LEIA MAIS »

Brasileiros descobrem como atenuar efeitos do infarto

DO JORNAL DA UNICAMP

Estatinas e HDL

Duas pesquisas do Grupo Brasileiro de Estudo do Coração, também conhecido como Coorte Brasil, fizeram descobertas importantes que poderão ajudar a atenuar os efeitos do infarto do miocárdio.

Na primeira pesquisa, o grupo estudou os efeitos das estatinas na inflamação durante e após o infarto do miocárdio. Estatinas são lipoproteínas empregadas para tratar os altos níveis de colesterol.

Na segunda eles se concentraram na própria ação do HDL – lipoproteína conhecida como colesterol bom, capaz de limpar as artérias de placas de gordura. :: LEIA MAIS »

Brasil testa polipílula que poderá prevenir doenças cardiovasculares

DA FOLHA ONLINE

MARIANA VERSOLATO
DE SÃO PAULO

Uma pílula que reúne quatro remédios para controlar a pressão arterial e o colesterol e prevenir o entupimento de vasos sanguíneos está sendo testada em diferentes países, incluindo o Brasil, para reduzir a incidência de doenças cardiovasculares.

São dois os alvos: pacientes com risco moderado que não têm bons resultados com dieta e exercícios e pessoas com risco elevado, que já tiveram infarto ou derrame. :: LEIA MAIS »

Frutas de polpa branca protegem contra derrame

DO LIVE SCIENCE

A maçã é uma das frutas de polpa branca que evitam episódios de AVC e infarto.

Pesquisadores podem ter descoberto mais um benefício do consumo de frutas e vegetais. De acordo com um estudo holandês, vegetais e frutas de polpa branca (como maçãs e peras) podem exercer uma função protetora contra derrames.

Estudiosos acompanharam 20.000 adultos que, ao integrarem a pesquisa, tinham uma idade média de 41 anos e ausência de doenças cardiovasculares. Nos 10 anos que se seguiram ao recrutamento dos participantes, 233 pessoas sofreram derrames. Analisando esse evento com a alimentação dos indivíduos, os pesquisadores estabeleceram que as pessoas que consumiam mais frutas de polpa branca e vegetais tinham chances 52% menores de terem um derrame.

Os pesquisadores acreditam que esse tipo de alimento pode diminuir os riscos de um derrame acontecer porque são ricos em fibras e em um flavonóide chamado quercetina. Outros alimentos que se encaixam dentro da categoria de “alimentos brancos” seriam as bananas, pepinos e couve-flor. :: LEIA MAIS »

Cientistas criam um curativo para o coração

DO DS

Coração que se cura

O curativo cardíaco aumentou a taxa de sobrevivência das células e otimizou seu funcionamento no local do infarto, onde a maioria das células teria morrido por causa da obstrução do seu suprimento de sangue. Imagem: Columbia University

Pesquisadores na Universidade de Colúmbia (EUA) criaram um novo método para remendar um coração danificado por um ataque cardíaco.

A técnica usa uma plataforma de engenharia de tecidos que permite que o tecido do coração repare a si próprio.

A descoberta é um passo importante no combate às doenças cardiovasculares, um dos mais graves problemas de saúde dos nossos dias.

Curativo para o coração

Gordana Vunjak-Novakovic e seus colegas desenvolveram a nova terapia celular para tratar o infarto do miocárdio – os danos ao coração que se seguem a um ataque cardíaco.

A técnica biossintética combina dois elementos, um natural e um artificial, para criar uma espécie de curativo para o coração.

O elemento biológico natural são células de reparação humanas, responsáveis pela cicatrização, que foram condicionadas em cultura in vitro para maximizar sua capacidade de revascularização e melhoria do fluxo de sangue para o tecido infartado.

O elemento artificial é um suporte de crescimento, conhecido pelos cientistas como andaime, que leva as células cultivadas em laboratório até o coração. A vantagem é que o andaime é ele próprio de origem biológica. :: LEIA MAIS »

Infarto que ocorre pela manhã provoca mais danos no coração

DO 180 GRAUS

O estudo, publicado no ‘Heart Journal’, analisou mais de 800 pacientes na Espanha

As pessoas que sofrem um ataque cardíaco pela manhã tendem a ter mais problemas do que as que sofrem em outros períodos, descobriram especialistas. Os infartos que ocorrem entre 6h e 12h têm mais chance de criar uma área maior de tecido cardíaco danificado.
A informação foi publicada nesta quinta-feira no site da “BBC News”.

O estudo, publicado no “Heart Journal”, analisou mais de 800 pacientes na Espanha.
Especialistas dizem que o ciclo natural do corpo pode explicar as diferenças observadas, mas aconselham mais pesquisas para confirmar as descobertas.
Já era conhecido que o relógio do corpo de uma pessoa pode aumentar ou diminuir os riscos de sofrer um ataque cardíaco.

Por exemplo, os médicos sabiam que as pessoas estão mais propensas a ter um ataque cardíaco no momento em que acordam, mas ainda não sabiam quais danos isso provocava. :: LEIA MAIS »

Doenças não transmissíveis, as mais perigosas no mundo

DA PRENSA-LATINA

Entre as doenças não transmissíveis, as cardiovasculares- que incluem infartos, cardiopatias e derrames cerebrais- são as mais letais com 17 milhões de óbitos (48 por cento) no mundo.

O câncer, a diabetes ou as doenças cardiovasculares matam 36 milhões de pessoas no mundo e sua incidência cresce, revelou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Estas doenças crônicas representam uma ameaça maior que as infecções como a malária, o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) ou a tuberculoses, segundo o Primeiro Relatório Global das Doenças Não Transmissíveis da OMS.

As enfermidades não transmissíveis causaram a morte de 36,1 milhões de pessoas e 80 por cento dessas perdas humanas se produziram em países de médios e baixos ganhos, revelou o texto que recolheu as estatísticas de mortalidade em 2008. :: LEIA MAIS »

Cardiologista Otavio Gebara fala sobre o infarto nas mulheres

DA GLOBO VIDEOS/BEM ESTAR

Diferente dos homens, o infarto nas mulheres pode ser mais facilmente confundido com outros problemas. O cardiologista Otavio Gebara respondeu às dúvidas recebidas pela internet sobre o assunto.

Pesquisa associa calores da menopausa a menor risco de infarto

DA ASSOCIATED PRESS

As ondas de calor e os suores noturnos que afligem milhões de mulheres que passam pela menopausa podem ser um sinal positivo

As ondas ocorrem subitamente e produzem uma sensação desconfortável de calor intenso.

A pesquisa envolveu mais de 60.000 mulheres acompanhadas por cerca de dez anos. É o primeiro estudo que analisa o período dos sintomas da menopausa e os riscos subsequentes para problemas cardíacos e mortes, disse o coautor JoAnn Manson, chefe de medicina preventiva em Brigham de Harvard e do Hospital da Mulher. :: LEIA MAIS »

Cientistas rebatem pesquisa que liga refrigerante diet a infarto e derrame

DO G1

Estudo foi divulgado em congresso, mas não saiu em jornais científicos.
Outros pesquisadores questionam a metodologia aplicada.

A pesquisa que relacionou o consumo de refrigerantes dietéticos a doenças vasculares, divulgada esta semana num congresso médico nos Estados Unidos, está causando polêmica na comunidade científica. O “Calorie Control Council”, associação ligada a fabricantes de alimentos light e diet, divulgou nesta quinta-feira um texto juntando questionamentos de vários médicos ao estudo.

“As descobertas são tão especulativas e preliminares neste ponto que deveriam ser recebidas com extrema cautela. Na verdade, o estudo ainda não foi revisado por cientistas independentes nem publicado num jornal científico”, ponderou a médica Beth Hubrich. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia