WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
outubro 2021
D S T Q Q S S
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘doenças cardiovasculares’

Coma com moderação e evite a Insuficiência Cardíaca

DA REDAÇÃO

POR AROLDO PRATES SOUZA FILHO*

*Aroldo Prates Souza Filho é cardiologista, formado pela UFBA, e atua em Vitória da Conquista e região.

Feijoada, buchada, fatada, macarronada, rabada, todas essas “adas” fazem parte do cardápio do brasileiro, especialmente do nordestino de Vitória da Conquista e região. São pratos tradicionais que nos enchem a boca d’água só de mencioná-los.

Porém, tudo tem seu preço: com o tempo e o uso abusivo dessas iguarias, o acúmulo desses prazeres da mesa acabam se transformando em vilões, que minam a nossa saúde causando sérios prejuízos, pois, seus principais componentes, a gordura e o sal, protagonizam distúrbios cardiovasculares, como é o caso da hipertensão arterial, que mais tarde vai acarretar a não menos temida insuficiência cardíaca.

A Insuficiência Cardíaca é uma condição clínica em que o coração não consegue exercer a sua função de bombear sangue suficiente, rico em oxigênio, para o resto do corpo, não conseguindo suprir as suas necessidades.

Na grande maioria dos casos, a Insuficiência Cardíaca começa com o paciente apresentando Hipertensão Arterial. Com o passar do tempo, as artérias ficam mais estreitas, o que dificulta a passagem de sangue, para vencer a resistência, o coração começa a bater com força e se sobrecarrega. :: LEIA MAIS »

Cientistas apontam cinco habilidades necessárias para ter saúde e sucesso

DA REDAÇÃO

Chave para o sucesso não está necessariamente em aspectos como educação ou dinheiro. Habilidades identificadas por cientistas como importantes não dependem de inteligência e podem ser desenvolvidas

Qual é o segredo para uma vida bem sucedida?

De acordo com os resultados de uma pesquisa científica britânica, a chave para o sucesso não está necessariamente em aspectos como educação, dinheiro ou inteligência, mas, sim, em certas “habilidades para a vida” como o otimismo ou a persistência. Um grupo de pesquisadores da University College de Londres (UCL, na sigla em inglês) examinou mais de 8 mil homens e mulheres entre 52 e 90 anos e a maneira como viviam e avaliavam suas vidas. :: LEIA MAIS »

Fique de olho na sua taxa de triglicérides

DA REDAÇÃO

Triglicérides

Salmão, farinha de feijão-branco, limão, berinjela e nozes ajudam a controlar a taxa de triglicérides no sangue

O que é: trata-se da nossa maior fonte de energia. Os triglicérides agrupam três unidades de ácidos graxos, que são a menor unidade de gordura existente. Para se formarem, os triglicérides não dependem apenas da ingestão de gorduras. Toda vez que comemos em excesso, o que sobra é transformado em triglicérides e armazenado no organismo. Até aí, tudo bem, não fosse o fato de que ele tende a se depositar ao redor do fígado, prejudicando-o. Também diminuem os níveis de HDL, possuem ação oxidante e inflamatória e são até capazes de lesionar a parede interna dos vasos. Para passar bem longe desses riscos, mantenha os índices sempre abaixo de 150 mg/dL.

Os triglicérides são produzidos no fígado utilizando glicerol e outros ácidos graxos. São transportados no sangue por VLDL e LDL. Os triglicérides em conjunto com Colesterol são úteis na avaliação do risco da doença arterial coronariana. Quando ingerimos gordura, conseqüentemente o nível de triglicérides no sangue aumenta. É importante fazer um jejum de 12 horas antes da coleta do sangue para realizar o exame triglicérides. :: LEIA MAIS »

Adotar óleo vegetal reduz colesterol, mas não a doença cardíaca, diz estudo

DO G1

Cientistas americanos avaliaram dados de 9.423 voluntários.
Estudo foi publicado no periódico especializado ‘British Medical Journal’.

Qual é o melhor óleo para cozinhar? Pesquisa aponta que adotar óleos vegetais em substituição a gordura de origem animal reduz colesterol, mas não reduz doenças cardíacas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um estudo publicado nesta terça-feira (12) na revista “British Medical Journal” põe em cheque a convicção de que substituir o consumo de gorduras saturadas de origem animal por gorduras vegetais ricas em ácido linoleico traz benefícios para a saúde cardíaca. :: LEIA MAIS »

Atividade física na infância pode afastar o risco de doenças cardiovasculares e sedentarismo na idade adulta

DO SEGS

O sedentarismo pode levar a doenças como hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio, além de ser considerado o principal fator de risco para a morte súbita

Em época repleta de diversões eletrônicas, é cada vez mais raro ver as crianças saírem para praticar exercícios. Sendo assim, o sedentarismo pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças, inclusive as cardiovasculares. E para diminuir as probabilidades destes problemas, um estilo de vida mais saudável, aliado a prática de atividade física precisam ser adotados desde cedo.

As crianças devem ser estimuladas a partir do nascimento. Isso é fundamental para o desenvolvimento neuropsicomotor, além de reduzir as chances de diversas doenças. Os pais têm papel fundamental e podem ajudar a despertar o interesse da criança que, quando encorajada a praticar exercícios desde a infância, tendem a se tornar adultos mais ativos. :: LEIA MAIS »

Comer peixe aumenta parcela boa do colesterol bom

DO DIÁRIO DA SAÚDE

Aumentar a ingestão de peixes com alto teor de gordura aumenta o número de grandes partículas de HDL, o chamado colesterol bom.

São as grandes partículas de HDL que protegem contra as doenças cardiovasculares. Para tirar proveito desse benefício, as pessoas devem consumir peixe em 3 a 4 refeições semanais, segundo pesquisadores da Universidade do Leste da Finlândia.

Há muito sabe que o consumo de peixe é benéfico para a saúde. No entanto, os mecanismos pelos quais as gorduras e outros nutrientes úteis encontrados nos peixes funcionam no corpo humano não são totalmente conhecidos. Este novo estudo fornece novas informações sobre como o consumo de peixes afeta as concentrações e o tamanho das lipoproteínas que transportam os lipídeos no sangue. :: LEIA MAIS »

DPOC é responsável por morte de 40 mil brasileiros por ano

DO BEM ESTAR
POR YASMIN BARCELLOS

O hábito de fumar leva ao estreitamento dos brônquios, provocando, assim, dificuldade do aporte de oxigênio aos pulmões e restrição à saída do gás carbônico.

Doença Obstrutiva Crônica causada por cigarro é a quinta causa de óbito no Brasil

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) o cigarro mata mais de cinco milhões de pessoas anualmente. O mais triste é que esta é a principal causa evitável de morte em todo mundo.

Além do câncer e de doenças cardiovasculares, existe uma doença obstrutiva crônica, o DPOC, da qual fazem parte o enfisema e a bronquite crônica.

Segundo estima a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, oito milhões de brasileiros acima dos 40 anos são vítimas dessa doença, que é a quinta causa de óbitos no país. O DPOC mata cerca de 40 mil pessoas por ano, o que equivale a uma pessoa a cada quatro horas. :: LEIA MAIS »

Tomate previne doenças cardíacas e reduz riscos de AVC, revela estudo

DO PTJORNAL

Consumir tomate de forma regular permite reduzir os riscos cardíacos e as probabilidades de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), segundo um estudo de cientistas norte-americanos. Os antioxidantes do tomate permitem reduzir o colesterol ‘mau’ e reforçar a resistência à oxidação, de acordo com este estudo da Tufts University, nos EUA.

O tomate contém substâncias capazes de reduzir os riscos de padecer de doenças cardiovasculares, ou de sofrer um AVC, segundo um estudo da Tufts University, que avaliou a dieta de 21 alunos saudáveis. :: LEIA MAIS »

Consumo de carne vermelha eleva risco de morte em até 20%

DO DS

Estudo realizado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostrou que o consumo contínuo de carne vermelha está associado com maior risco de morte, especialmente por câncer e doenças cardiovasculares. Em contrapartida, a substituição da carne vermelha por outras fontes de proteína, como peixes, frango, castanhas e legumes reduz o risco de morrer.

Segundo o Dr. Frank Hu, coordenador da pesquisa, as análises envolveram 37.698 homens e 83.644 mulheres, que tiveram sua saúde monitorada por 22 anos e 28 anos, respectivamente, e, a cada quatro anos, suas dietas eram aferidas. :: LEIA MAIS »

Descoberto mecanismo capaz de reduzir o colesterol ruim

DO DS

A enzima IDOL liga-se a receptores LDL, degradando-os e impedindo que eles se liguem ao colesterol ruim

Baixar o LDL

Cientistas anunciaram um grande avanço para o desenvolvimento de medicamentos para combater o chamado colesterol ruim (LDL) no organismo.

O LDL (Low-Density Lipoproteins: lipoproteínas de baixa densidade) é frequentemente associado a problemas que incluem doenças cardíacas, derrame cerebral e obstrução das artérias.

Em um organismo com um funcionamento normal, as células do fígado produzem um receptor LDL que se liga e remove essas lipoproteínas do sangue, diminuindo assim os níveis de colesterol.

Enzima IDOL

Os cientistas identificaram uma enzima, chamada IDOL, que desempenha um papel fundamental na regulação da quantidade desses receptores de LDL disponíveis para se ligar com o colesterol ruim e eliminá-lo. :: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde lança diretrizes para o controle de doenças cardiovasculares

DO ESTADO DE MINAS

No dia 30 de setembro foi comemorado o Dia Mundial do Coração, e médicos utilizaram a data para conscientizar a população quanto às diversas condições que podem prejudicar o coração e o bem estar do organismo.

No Brasil, doenças coronárias são a segunda maior causa de mortes, sendo que o infarte tem o maior índice de mortalidade. Esse problema causou a morte de 76.359 brasileiros em 2009. Em 2009, os infartos causaram 6.371 mortes apenas em Minas Gerais.

Devido às estatísticas alarmantes e ao risco que as doenças coronárias oferecem, o Ministério da Saúde lançou em setembro um pacote de medidas que ficará disponível para consula pública até o dia 18 de outubro. :: LEIA MAIS »

Bolsas de colesterol nas pálpebras elevam risco cardíaco

DO DIÁRIO DA SAÚDE

Xantelasma é uma lesão da pele que aparece nas pálpebras tanto superiores quanto inferiores, que pode aparecer isolada ou em quantidade maior. Esta lesão é provocada pelo depósito de lipídeos (gordura) na pele. Não causa qualquer sintoma local e o incômodo é apenas estético.

Xantelasma, ou xanteloma, é uma doença da pele que se manifesta na forma de pequenas erupções amareladas nas pálpebras. Essas bolsas são essencialmente pequenos depósitos de colesterol.

Agora, cientistas dinamarqueses afirmam que o surgimento das erupções do xantelasma são um indicador importante para um maior risco de ataque cardíaco e outras doenças cardiovasculares.

O estudo, publicado no British Medical Journal, afirma que as pessoas com xantelasmas têm um risco 48% maior do que a população em geral de ter um infarto. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia