WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
novembro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘colesterol’

Por que os brasileiros descuidam tanto do colesterol?

DA REDAÇÃO

As placas de colesterol, vão aos poucos obstruindo os vasos sanguíneos até provocarem uma isquemia (deficiência de aporte sanguíneo ao tecido-alvo)

Pesquisa da Sociedade Brasileira de Cardiologia mostra que população desconhece as próprias taxas do tipo de gordura produzida no fígado. Cardiologista aponta que um dos motivos é a doença não ter sintoma

No Dia Mundial do Coração (29 de setembro) é natural que as pessoas sejam impactadas por campanhas que alertem sobre os riscos que o principal órgão do corpo humano está exposto. Porém, mesmo com fortes ações de conscientização, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), 300 mil brasileiros morrem anualmente em decorrência de doenças cardiovasculares – causadas, muitas vezes, pelo colesterol ruim.

Segundo o levantamento ‘O que o Brasileiro Sabe sobre o Colesterol’, do Departamento de Aterosclerose da SBC, realizado no início de 2017 pelo Instituto Ipsos, 67% das pessoas não sabem quais são as suas taxas de colesterol atuais. O estudo contou com a participação de 850 entrevistados, maiores de 25 anos das cinco regiões do Brasil. :: LEIA MAIS »

Cardiologistas brasileiros estabelecem valores mais rígidos de colesterol ruim

DA REDAÇÃO

As placas de colesterol vão estreitando as paredes dos vasos sanguíneos, até causar obliteração total e, consequentemente infartos e AVCs.

Na prática, os exames agora vão indicar os valores de referência de acordo com o risco cardíaco dos pacientes. Para facilitar avaliação de médicos e o entendimento de pacientes sobre grupos de risco, sociedade brasileira lançou aplicativo gratuito

As altas taxas de colesterol na população levaram a novas mudanças nos parâmetros usados pelos médicos para medir o problema. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) alterou valores de referência para colesterol e triglicérides, fechando o cerco dos limites considerados ideais.

A mudança atinge principalmente o colesterol LDL, o “ruim”. Pacientes com risco cardíaco muito alto devem ter o índice abaixo de 50 miligramas por decilitro de sangue – antes, o ideal era de 70. Com a nova diretriz, o Brasil passa a ser o país mais rígido nesse parâmetro, segundo a SBC. :: LEIA MAIS »

Doença silenciosa pode ser fatal

DA REDAÇÃO

Dia Nacional de Combate ao Colesterol enfatiza importância de manter hábitos saudáveis para prevenir problema comum entre brasileiros

Controlar o nível de colesterol significa amenizar as chances ter problemas cardiovasculares, como infarto e AVC (Acidente Vascular Cerebral), principais causas de mortes no Brasil. Por isso, anualmente, há uma mobilização para este cuidado, com o Dia Nacional de Combate ao Colesterol, comemorado no dia 8 de agosto.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), 40% da população adulta no país possui níveis elevados de colesterol. O problema é causado por alimentação inadequada, com muita gordura ruim, estresse, tabagismo e sedentarismo. Além disso, pessoas que tenham histórico familiar com este problema devem ficar ainda mais atentas e cautelosas. :: LEIA MAIS »

Previna doenças do coração controlando o colesterol

DA REDAÇÃO

A gordura vai se depositando nas paredes das artérias e veias até a oclusão parcial ou total podendo levar à morte

Preocupando-se com o colesterol você dá um grande passo para fugir de doenças que atacam o coração. Veja como controlar os níveis dessa gordura tão essencial para a saúde

O que é colesterol?

O colesterol é um tipo de gordura essencial para nosso organismo por ser a matéria-prima principal na produção de hormônios. Nós não existiríamos sem ela. A saber: 70% dessa substância é produzida pelo fígado e 30% entra em nosso corpo através de alguns alimentos. O doce em excesso, por exemplo, se transforma em gordura.

Vilão ou mocinho?

Os dois! Essa gordura pode ser dividida principalmente em HDL-colesterol (bom) e LDL-colesterol (ruim). Ambos circulam no corpo pela corrente sanguínea. O colesterol ruim tende a se prender nas paredes dos vasos e, com o tempo, bloqueá-los, aumentando chances de infarto e derrame. O colesterol bom repara o dano, “varrendo” de volta para o fígado o LDL-colesterol que ficou no caminho. “Por isso, o HDL-colesterol protege o coração, enquanto o ruim, quando em excesso, potencializa os riscos de doenças cardíacas”, diz a endocrinologista Ana Paula Ragonha. :: LEIA MAIS »

Adotar óleo vegetal reduz colesterol, mas não a doença cardíaca, diz estudo

DO G1

Cientistas americanos avaliaram dados de 9.423 voluntários.
Estudo foi publicado no periódico especializado ‘British Medical Journal’.

Qual é o melhor óleo para cozinhar? Pesquisa aponta que adotar óleos vegetais em substituição a gordura de origem animal reduz colesterol, mas não reduz doenças cardíacas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um estudo publicado nesta terça-feira (12) na revista “British Medical Journal” põe em cheque a convicção de que substituir o consumo de gorduras saturadas de origem animal por gorduras vegetais ricas em ácido linoleico traz benefícios para a saúde cardíaca. :: LEIA MAIS »

Os 10 Benefícios da Maçã para Saúde

DE DICAS DE SAÚDE

A maçã é uma fruta bem nutritiva e há muitos Benefícios para saúde, maçã são uma excelente fonte de vitamina A, tiamina, riboflavina, niacina, vitamina C, cálcio, ferro, potássio, fósforo, sódio, magnésio e enxofre. A maçã também é uma excelente fonte de pectina.

Nos EUA, há um ditado que diz: “Uma maçã por dia mantém o médico longe”. Não é à toa, pois a fruta evita o envelhecimento, protege o corpo de doenças e ainda limpa a boca. Agora, há uma novidade ainda mais impressionante. Cientistas americanos da Universidade da Pensilvânia descobriram que a maçã elimina gordura!

A pectina é uma fibra solúvel que ajuda a prevenir doenças cardiovasculares, a reduzir o colesterol e a combater a prisão de ventre. Aqui estão os 10 Benefícios da maçã para saúde. :: LEIA MAIS »

Comer peixe aumenta parcela boa do colesterol bom

DO DIÁRIO DA SAÚDE

Aumentar a ingestão de peixes com alto teor de gordura aumenta o número de grandes partículas de HDL, o chamado colesterol bom.

São as grandes partículas de HDL que protegem contra as doenças cardiovasculares. Para tirar proveito desse benefício, as pessoas devem consumir peixe em 3 a 4 refeições semanais, segundo pesquisadores da Universidade do Leste da Finlândia.

Há muito sabe que o consumo de peixe é benéfico para a saúde. No entanto, os mecanismos pelos quais as gorduras e outros nutrientes úteis encontrados nos peixes funcionam no corpo humano não são totalmente conhecidos. Este novo estudo fornece novas informações sobre como o consumo de peixes afeta as concentrações e o tamanho das lipoproteínas que transportam os lipídeos no sangue. :: LEIA MAIS »

40% dos brasileiros têm colesterol elevado; veja mitos e verdades

DO UOL SAÚDE

Esta quinta-feira (8) é o Dia Nacional de Controle do Colesterol. A data, que existe há 10 anos, tem como objetivo conscientizar a população sobre as doenças decorrentes da elevada taxa de colesterol no sangue, formas de prevenção e tratamento. Mesmo quem nunca desconfiou que pode apresentar esse problema, deve ficar alerta. Afinal, as estatísticas impressionam: em 2012, nada menos que 40% dos brasileiros apresentavam colesterol alto.

O colesterol alto é um dos principais fatores de risco para as chamadas doenças cardiovasculares, responsáveis, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), pela morte de 17 milhões de pessoas anualmente em todo o mundo.

Vários grupos devem prestar atenção ao que ingerem, inclusive os formados por adolescentes. De acordo com estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a dieta alimentar do brasileiro, jovens de 14 a 18 anos comem muitos itens com colesterol elevado. Idosos, diabéticos e indivíduos com maior risco cardiovascular igualmente precisam ficar atentos. :: LEIA MAIS »

Veja como transformar o colesterol vilão em mocinho

DA TRIBUNA DA BAHIA

Pessoas expostas a altos níveis de colesterol LDL durante muitos anos, tem mais risco de apresentar deterioração cognitiva leve: perda de memória, da atenção, alteração da linguagem e e do estado de ânimo, como sugere um estudo espanhol publicado no "The American Journal of Medicine".

Ele tem fama de vilão. Em excesso, representa um risco para a saúde. No entanto, é essencial à manutenção da vida.

O colesterol não é exatamente uma gordura, como a maioria das pessoas pensa. Quimicamente, é um álcool, que serve como matéria-prima para a produção de outras substâncias essenciais ao nosso organismo, a exemplo do cortisol e dos esteroides sexuais.

Ele tem origem externa via alimentação e é produzido no próprio fígado. Vale ressaltar que a produção interna é responsável por 75% do colesterol que circula em nosso corpo.

Dessa forma, há pessoas que têm uma alimentação saudável e, mesmo assim, apresentam níveis elevados de colesterol. :: LEIA MAIS »

Comer maçã reduz risco de doença cardíaca em mulheres

DO TERRA SAÚDE

Para quem gosta de maçã, uma boa notícia: comer duas por dia pode reduzir o risco de doença cardíaca em mulheres. Isso acontece, pois a fruta diminui os níveis de colesterol, de acordo com uma pesquisa da Universidade Estadual da Flórida, nos Estados Unidos, divulgada pelo jornal Daily Mail.

Os cientistas analisaram 160 pessoas do sexo feminino que já haviam passado pela menopausa. Metade delas teve de comer 75 g de maçã seca (o equivalente a duas maçãs médias frescas) por dia e, o restante, a mesma quantidade de ameixa. Todas fizeram exames de sangue a cada três meses durante um ano.

Após o primeiro trimestre, os níveis de colesterol total no grupo que saboreou maçã caíram 9% e, de LDL (mau colesterol), 16%. Depois de seis meses, os níveis eram ainda menores, com colesterol total 13% a menos e, LDL, 24%. Não houve nova redução nos seis meses restantes. A ameixa diminuiu as taxas de colesterol ligeiramente, mas não na mesma medida que a maçã.

Medicamentos de controle de colesterol podem prevenir Parkinson

DO LIVE SCIENCE

Medicamentos utilizados no controle do colesterol podem ajudar na prevenção do Mal de Parkinson, especialmente para pessoas com menos de 60 anos de idade.

Um novo estudo mostra que durante um período de 12 anos, pessoas que estavam tomando estatinas para diminuir o nível do seu colesterol tinham riscos 26% menores de desenvolverem Parkinson. Para os participantes do estudo que tinham menos de 60 anos e que estavam tomando esses medicamentos, o risco foi reduzido em 69%. Já para pessoas acima dessa idade os medicamentos não tiveram o mesmo efeito.

Os resultados encontrados foram mantidos mesmo quando os pesquisadores avaliaram outros fatores que poderiam ter diminuído os riscos da doença. Mas ainda assim, o estudo deve ser interpretado com cuidado. :: LEIA MAIS »

Efeito sanfona

DE O DIA ONLINE/SAÚDE

Dieta radical com rápida perda de peso provoca engorda ainda maior depois, além de risco de AVC e infarto

Rio – A webdesigner Janaina Gonçalves Correia, 35 anos, já apelou a diversas ‘receitas’ mirabolantes para perder peso: fez a dieta das frutas, dos shakes, da gelatina, dos pontos. “Perdi peso. Mas semanas depois recuperei tudo”, conta. Esse ciclo de engorda-emagrece-engorda é o chamado efeito sanfona, alteração que pode resultar em danos ao metabolismo, efeitos estéticos (estrias, flacidez, celulite) e maior risco de aumento de colesterol ruim, hipertensão, infarto e AVC. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia