WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
novembro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

:: ‘bebê’

Ácido fólico previne problemas também no coração do bebê

DA REDAÇÃO

Tomar ácido fólico na gestação previne má-formações no coração do bebê, revela uma pesquisa holandesa. Hoje, o suplemento é indicado para gestantes e mulheres que pretendem engravidar, a fim de evitar defeitos no tubo neural.

Baseados em dados de mães que tomaram ou não ácido fólico durante a gestação, os cientistas concluíram que aquelas que ingeriram ao menos 400 microgramas do suplemento têm 26% menos risco de ter um bebê com problemas cardíacos.

Criança morre no DF após ser picada por escorpião em creche

DO G1,COM.BR

POR ISABELLA FORMIGA, G1 DF

Garoto de 1 ano e 5 meses teve parada cardíaca durante a madrugada. Órgão diz que não há registro de mortes causadas por escorpião no DF.

Técnico da Vigilância Ambiental do DF mostra escorpião capturado na tarde desta quarta em creche no Guará onde criança foi picada na terça e acabou morrendo (Foto: Isabella Formiga/G1)

Uma criança de 1 ano e 5 meses morreu na madrugada desta quarta-feira (17) após ter sido picada por um escorpião em uma creche no Guará, no Distrito Federal. O acidente ocorreu na tarde desta terça. O garoto foi levado para o Hospital Regional do Guará e transferido de helicóptero para a UTI do Hospital Brasília, no Lago Sul.

À noite ele teve complicações cardíacas e, durante a madrugada, sofreu uma parada cardiorrespiratória. O enterro do menino estava previsto para o final da tarde desta quarta. O pai do garoto disse que não responsabiliza a creche pelo ocorrido porque, segundo ele, escorpiões são uma “praga urbana”. :: LEIA MAIS »

Carrinhos de bebê vão ficar mais seguros no Brasil

DE O DIA ONLINE

Inmetro estabelece novas normas para conceder selo de qualidade que permitirá a comercialização dos produtos. Objetivo é evitar acidentes com danos às crianças

Rio – A partir desta semana, carrinhos de bebês vendidos no Brasil deverão obedecer novas normas publicadas pelo Instituto Nacional de Metrologia (Inmetro). Eles deverão ter selo de qualidade. A medida já está em vigor.

Fabricantes terão 18 meses para se adaptar. Já o comércio terá 36 meses para zerar o estoque de produtos sem o novo selo. :: LEIA MAIS »

Fraqueza de suporte da cabeça e pescoço aos 6 meses de idade pode indicar autismo

DO LIVE SCIENCE

Uma nova pesquisa pode determinar um novo sintoma para o autismo: controle fraco de cabeça e pescoço aos seis meses de idade.

A pesquisadora Dr. Rebecca Landa, do Instituto Kennedy Krieger (nos Estados Unidos) examinou 40 crianças entre 5,6 e 10 meses de idade que estavam no grupo de alto risco para autismo devido a fatores genéticos (tinham um irmão com a doença). Eles avaliaram se a cabeça dos bebês mantinha um alinhamento com a coluna.

Um grupo de 20 crianças foi testado aos 6, 14 e 24 meses. Desses indivíduos, 90% dos que foram diagnosticados com a condição apresentaram o problema de alinhamento entre cabeça e coluna. 54% dos que se encaixavam nos critérios de atraso de comunicação e interação social também tinham essa característica e 35% que não tinham atrasos ou autismo tinham dificuldade de manter o suporte da cabeça no exame inicial. :: LEIA MAIS »

Mães deprimidas podem atrapalhar sono de seus bebês

DO LIVE SCIENCE

Mães que estejam sofrendo de depressão e se preocupam excessivamente com o bem estar de seus bebês podem prejudicar o sono da criança. Ao responderem a barulhos do filho que não precisavam de retorno da mãe, ou ao mover a criança para sua própria cama para aliviar suas ansiedades, elas podem estar interrompendo o descanso do bebê.

Uma nova pesquisa feita na Pennsylvania State University comparou essa atitude em mães saudáveis e deprimidas. As que sofriam da doença tinham chances maiores de acordarem seus filhos sem necessidade. :: LEIA MAIS »

Má alimentação na gravidez causaria diabetes em bebês, diz pesquisa

DO G1.COM.BR

A grávida deve se alimentar com qualidade para que tanto ela quanto seu bebê sejam saudáveis

Dieta pobre afeta distribuição de gordura no corpo dos bebês. Estudo foi desenvolvido por cientistas do Reino Unido.

Pesquisadores das universidades Cambridge e Leicester, ambas no Reino Unido, constataram que mães que passam por uma dieta alimentícia pobre durante a gravidez correm o risco de ter um bebê que pode desenvolver diabetes tipo 2 e outras doenças quando chegarem à vida adulta.

Segundo os cientistas, a descoberta facilita a forma de identificar pessoas com mais tendência a desenvolver tais patologias, facilitando o tratamento. A investigação científica foi publicada na última semana no periódico “Cell Death and Differentiation”.

Testes realizados em ratos apontam que os indivíduos que amamentam em mães que tiveram uma dieta pobre durante a gravidez são menos capazes de armazenar gorduras de forma correta pelo resto da vida, além de afetar a distribuição correta dessas gorduras pelo corpo. Caso contrário, elas poderão se acumular em áreas como o fígado, propenso ao desenvolvimento de doenças.

A equipe descobriu que o processo de armazenamento de calorias é controlado por uma molécula chamada miR-483-3p, produzida em níveis elevados em indivíduos que tiveram uma dieta pobre no ventre de sua mãe. :: LEIA MAIS »

Bebê morre em hospital de SP após receber leite na veia, diz polícia

DO G1.COM.BR

Equipe médica teria ministrado leite materno em via aberta para remédios. Secretaria de Saúde lamentou a morte do bebê; funcionária foi demitida.

Após receber cerca de 10 ml de leite via intravenosa, um bebê de apenas 13 dias de vida morreu na manhã desta segunda-feira (7) no Hospital Municipal Professor Mário Dégni, no Rio Pequeno, na Zona Oeste de São Paulo, segundo a polícia. A criança nasceu prematura e estava internada na UTI neonatal do hospital recebendo soro com medicamentos para evitar infecções.

Segundo o boletim de ocorrência registrado no 51º DP, do Rio Pequeno, a mãe da criança, Jovenita Oliveira de Abreu, de 32 anos, permaneceu no hospital até as 18h do domingo (6). Por conta da falta de acomodações na UTI, ela amamentava a criança durante o dia e deixava um frasco com leite materno para que a equipe do hospital alimentasse a criança à noite, a cada três horas. :: LEIA MAIS »

Bebê nasce com 2 dentes e surpreende mãe nos EUA

DO G1.COM.BR

Dentes costumam aparecer por volta do quinto e sexto meses. Menina Nesa Lopez nasceu no dia 4 de outubro no estado da Flórida.

Uma bebê nasceu com dois dentes em Plant City, no estado da Flórida (EUA). Sandra Vosburg deu à luz uma menina no dia 4 de outubro. Três dias depois, ela ficou surpresa ao descobrir que a filha Nesa Lopez tinha dois dentes aparentes, segundo reportagem da emissora “Wesh”.

Bebê nasceu com dois dentes em Plant City. (Foto: Reprodução/Wesh)

Apesar de estranho, um em cerca de 4.500 bebês tem dentes no primeiro mês, disse Dennis J. McTigue, presidente da Sociedade Americana de Odontologia Pediátrica. No entanto, segundo ele, normalmente os dentes crescem por volta do quinto e sexto meses de idade.

 

Método canguru alivia sensações de dor em prematuros

DA AGÊNCIA USP

É fato que o contato entre mãe e recém-nascido faz bem a ambos. Agora, estudo realizado na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP) da Universidade de São Paulo (USP), mostra que bebês prematuros podem se beneficiar da chamada posição canguru. Segundo a enfermeira Thaíla Corrêa Castral, esse contato reduz a dor do bebê.

“A posição canguru permite o contato pele a pele. Isso, na prática, significa que o bebê está só de fralda, em uma posição vertical, entre os seios da mãe. Esta fica só de avental, deixando o colo livre para o contato com a criança”, explica Thaíla sobre o funcionamento do método.

Para o estudo, Thaíla observou as expressões faciais e o choro do recém-nascido, e realizou uma análise psicológica do quadro da mãe que permitiram constatar que o estresse materno é capaz de influenciar na regulação da dor e do estresse do próprio bebê, o que, por sua vez, interfere no desenvolvimento da criança. :: LEIA MAIS »

Genética e alimentação na gravidez influenciam o paladar do bebê

DA REVISTA CRESCER

POR BRUNA MENEGUEÇO

Pesquisadores americanos descobriram que, assim como os alimentos que a gestante ingere, a genética também interfere na formação das preferências alimentares da criança

Quantas vezes você já ouviu, durante a gravidez, que os alimentos ingeridos nesse período influenciam o desenvolvimento do paladar do seu filho? Muitos estudos mostram que os sabores desses alimentos interferem na composição do líquido amniótico (que envolve o bebê na placenta). O fato de ingerir esse líquido o tempo inteiro, antes de nascer, pode resultar em preferências por esses alimentos no futuro. :: LEIA MAIS »

Pais gastam mais de R$ 7 mil com primeiro filho em um ano

DO TERRA SAÚDE

As fraldas descartáveis estão entre os itens que mais encarecem a "cesta básica do bebê"

Os pais de primeira viagem gastam com o primogênito mais de R$ 7 mil no primeiro ano de vida do bebê. Especialistas advertem que a maioria dos gastos dos pais é desnecessária. As informações são do Daily Mail.

De acordo com o The Bump’s Annual Pregnancy and Baby Study, 45% do valor é gasto antes mesmo de a criança nascer. Acessórios, aquecedores e baldes de fraldas são desperdício de dinheiro, segundo os pesquisadores, pois é possível criar o bebê sem estes itens.

Elena Mauer, uma das editoras do TheBump.com, disse que os berços de madeira maciça podem ser bonitos, mas um berço sobre rodas ou cercado é mais prático e econômico. Gasto com almofadas também não é recomendado, pois os itens podem sufocar a criança, segundo ela.

Para Elena, os pais só precisam de pijamas confortáveis e um bom colchão para acomodar o bebê. :: LEIA MAIS »

Profissionais oferecem ajuda a bebê que precisa de cirurgia urgente, no ES

DO G1/TV GAZETA

A mãe da bebê de 6 meses já procurou a justiça (Foto: Juirana Nobres / G1)

A bebê Raylane foi diagnosticada com fechamento precoce da moleira. Plano de saúde diz que cirurgia será feita após carência.

Uma corrente de solidariedade se formou pelo Espírito Santo para ajudar a bebê Raylane Rangel, de seis meses. A criança foi diagnosticada com fechamento precoce da moleira e precisa de uma cirurgia de urgência, mas o plano de saúde negou.

A ajuda veio na tarde desta terça-feira (27). Um neurocirurgião de Linhares, norte do Espírito Santo, ofereceu ajuda. “Dependendo dos exames e das condições clínicas dela há condições de fazer a cirurgia pelo SUS”, afirma o médico. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), para a realização da intervenção cirúrgica pela rede do Sistema Único de Saúde é necessário que a mãe da criança faça uma solicitação.

Um fisioterapeuta de Vila Velha tem pacientes com problemas parecidos aos de Raylane e também quer ajudar. “Como já está dando certo com outras crianças, acredito que vai dar certo também com esta criança”, diz. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia