WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
setembro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘Notícias’

Proteste encontra traços de glúten em “macarrão sem glúten”

De 23 alimentos avaliados dentro da categoria glúten-free, apenas o penne da Fit Food foi reprovado. Entenda o teste e sua repercussão na saúde dos celíacos.

Não pretendemos demonizar o glúten. Mas, principalmente para pessoas com doença celíaca, ele de fato deve ser evitado – daí a importância de rótulos claros e confiáveis. Acontece que uma avaliação da Proteste – Associação de Consumidores encontrou essa proteína dentro da embalagem do macarrão penne, da marca Fit Food, que exibia inscrições como glúten-free. Antes de tudo, os responsáveis pelo teste selecionaram 23 alimentos de lojas de produtos naturais ou voltadas especificamente para mercadorias livres dessa substância na cidade de São Paulo. Eles pertenciam a diversas categorias, de macarrão a cerveja. Confira a lista completa:
:: LEIA MAIS »

Empresa chinesa vendia vacinas falsas contra pólio, tétano e difteria

Um novo escândalo sanitário está colocando a China em estado de alerta depois da descoberta de que um lote de vacinas falsas foi aplicado em bebês de menos de três meses. O presidente chinês, Xi Jinping, pediu nesta segunda-feira (23) sanções severas contra a companhia Changchun Changsheng.

A empresa teria vendido mais de 250 mil doses de vacina contra a difteria, o tétano e a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil. O CFDA organismo chinês que autoriza a comercialização de alimentos e medicamentos, já havia anunciado a interrupção da produção de uma vacina contra a raiva produzida pela mesma empresa, depois de uma inspeção.
Leia também:

:: LEIA MAIS »

OMS: Epidemia de aids não terá fim sem ações direcionadas

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse hoje (23) que a epidemia de HIV no mundo não terá fim sem que haja políticas direcionadas para as chamadas populações-chave – sobretudo gays, homens que fazem sexo com homens, trabalhadores do sexo, usuários de drogas e população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transsexuais e transgêneros).

“A melhor forma de abordar todo o espectro de suas necessidades de saúde é por meio de sistemas de saúde fortes baseados numa atenção primária centrada nas pessoas e que seja direcionada para alcançar saúde para todos”, publicou Tedros em seu perfil na rede social Twitter.

:: LEIA MAIS »

Justiça reverte decisão que limitou reajuste de planos de saúde a 5,72%

O desembargador Nelton Agnaldo Moraes dos Santos, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), anulou uma decisão da Justiça Federal em São Paulo que havia imposto um teto de 5,72% para o reajuste de planos de saúde individuais neste ano.

Em decisão liminar (provisória) do último dia 12, o juiz federal José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível de São Paulo, aceitou pedido feito em uma ação civil pública pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Para o magistrado, seria “excessivo” autorizar um reajuste maior do que a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA) relativo à saúde e aos cuidados pessoais. Ao reverter a decisão, atendendo a recurso da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o desembargador Moraes dos Santos afirmou ser “bastante abstrato o conceito de ‘reajustes excessivos’”, pois a dinâmica de preços dos planos de saúde é complexa e não se vincula às variações inflacionárias.

:: LEIA MAIS »

Associação médica alerta para riscos de tratamento contra varizes

A Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular lançou campanha nacional para alertar sobre os riscos de se submeter à escleroterapia, um tratamento comum contra varizes, sem o devido acompanhamento médico. De acordo com o diretor da associação e cirurgião vascular Francesco Botelho, muitas pessoas procuram profissionais não médicos para fazer o tratamento, popularmente conhecida como “aplicação”.

Ao buscar profissionais que não sejam médicos para tratar a doença, o paciente “corre risco de sofrer consequências sérias”, segundo o médico. “Pode haver complicações, que variam desde a insatisfação estética com o resultado até ameaça à integridade física, trombose, embolia pulmonar, gangrena, infecções e reações alérgicas graves”.

:: LEIA MAIS »

Ministério da Saúde prorroga vacinação contra a Gripe em todo país

Devido baixa cobertura do grupo de risco, o Ministério da Saúde do Brasil decidiu prorrogar a vacinação contra gripe. Segundo o órgão, a pouca adesão acendeu um sinal de alerta.

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar até dia 22 a vacinação contra a gripe no país. Até o momento houve baixa adesão por parte do grupo de risco. Segundo o Ministério, no último levantamento foram detectados 11,8 milhões de pessoas que ainda não foram vacinadas. O número ainda é baixo se comparado a meta de 90% da população imunizada. No Maranhão mais de 1 milhão de pessoas foram imunizadas A preocupação é com a chegada do inverno, período ideal de transmissão da gripe. Até 9 de junho foram registrados 2715 casos de influenza no Brasil. Desse total, pouco mais da metade é devido a H1N1, com 284 óbitos confirmados. Esses números mostram um aumento em relação ao mesmo período de 2016.

:: LEIA MAIS »

Contato físico entre pais e filhos faz bem à saúde dos pequenos, diz estudo

Uma pesquisa feita pela Universidade de Colúmbia Britânica, no Canadá, e pelo Instituto de Pesquisa do Hospital da Criança da mesma província canadense concluiu que o toque e o contato entre bebês e seus cuidadores podem afetar as crianças em nível celular.

— O estudo mostrou que as crianças que foram mais angustiadas quando bebês e receberam menos contato físico tinham um perfil molecular em suas células considerado subdesenvolvido para a idade, apontando para a possibilidade de atraso biológico — explica o pediatra e homeopata Moises Chencinski. O trabalho envolveu 94 crianças saudáveis. Os pesquisadores pediram aos pais de bebês de 5 semanas que mantivessem um diário do comportamento de seus filhos, registrando informações como sono, choro e alimentação, bem como a duração do cuidado que envolvia o contato físico. Quando as crianças tinham cerca de 4 anos e meio, o DNA delas foi coletado.

:: LEIA MAIS »

Modelo Renata Banhara desabafa: “Nenhum plano de saúde me aceita”

Modelo precisa passar por operação para resolver a falta de oxigenação no lado esquerdo da cabeça.

Sem convênio médico desde o divórcio, no meio do tratamento de recuperação devido a encefalite, Renata postou quatro vídeos em seu Instagram esta sexta-feira (8), desabafando que não consegue ingressar em outro, devido ao fato de ela já apresentar uma condição médica preexistente ao entrar com o pedido. Atualmente, a modelo precisa passar por uma nova cirurgia para resolver a falta de oxigenação no lado esquerdo da cabeça. Ela relata em um dos vídeos a enorme dor que ela apresenta na região, que precisa ser controlada com remédios e calmantes. “Eu preciso dos calmantes, pois uma pessoa não aguenta sentir uma dor assim”, relata.

:: LEIA MAIS »

Estes 8 hábitos prejudicam a saúde da sua vagina

Nem tudo se resume à higiene íntima, acredite. Existem outros fatores que prejudicam a saúde da vagina e que facilmente passam despercebidos.

Para que saiba que hábitos deve evitar ou até mesmo perder, reunimos oito deles (comuns a muitas mulheres) que comprometem a saúde vaginal. Façamos um pequeno teste: Troca sempre de roupa interior após um treino? E depois de um mergulho, troca o biquíni ou fato de banho molhados por roupa seca? Se respondeu que não a ambas as perguntas (veja mais na galeria acima), saiba que está a colocar em risco a saúde da sua vagina.

Porquê? Um dos maiores inimigos da zona vaginal é o excesso de humidade. Promove o aparecimento de bactérias e fungos, levando facilmente a infeções e complicações nessa área do corpo. A estes erros juntam-se ainda outros – referidos na galeria acima -, igualmente promotores de problemas vaginais. Perceber o que se está a fazer de errado nem sempre é fácil, uma vez que se pensa estar a fazer o correto.

:: LEIA MAIS »

Saúde mental de crianças e adolescentes exige atenção, dizem os médicos

Muitas vezes vistas de uma forma romântica como épocas mágicas e alegres, a infância e a adolescência são na verdade períodos de transformações físicas e comportamentais essenciais na formação da personalidade da pessoa, mas que podem trazer angústia e sofrimento. As mudanças que ocorrem nestes períodos da vida afetam não somente as crianças e os jovens, mas as pessoas à sua volta, exigindo muita atenção dos pais, familiares, professores e amigos para que o amadurecimento e formação da personalidade ocorra de forma saudável e natural.

“Existem formas distintas de manifestação da angústia e do sofrimento, desde comportamentos como ansiedade, agressividade e isolamento, até transtornos mais severos, como TDAH, anorexia, autismo, depressão e tentativas de suicídio. É um período onde muitas questões aparecem e, às vezes, as crianças não conseguem lidar com isso sozinhas. Até mesmo os pais não dão conta de dar o suporte adequado, sendo necessária a ajuda de um profissional”, explica Daniela Araújo, psicóloga e coordenadora do Núcleo Infantojuvenil da Holiste.

:: LEIA MAIS »

ANS suspende temporariamente venda de 31 planos de saúde

Medida, que passa a vigorar nesta sexta, foi adotada diante do alto índice de reclamações recebidas na agência.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu temporariamente o direito de 12 operadoras de venderem 31 tipos planos de saúde. A medida, que passa a vigorar nesta sexta,8, foi adotada diante do alto índice de reclamações recebidas na agência contra esses planos durante o primeiro trimestre deste ano. As operadoras somente poderão voltar a ofertar no mercado esses contratos quando comprovarem a melhoria no atendimento. Isso não significa que contratos já existentes estão suspensos. Eles continuam a vigorar.

:: LEIA MAIS »

Notícias falsas sobre saúde podem levar à volta de doenças praticamente erradicadas

Mentiras envolvendo tratamentos e vacinação, entre outros temas, preocupam autoridades porque têm potencial para se tornar problema de saúde pública em todo o mundo.

“Febre amarela é uma farsa criada para vender vacinas”. “Médico de Sorocaba diz que vacina paralisa o fígado”. “Própolis espanta o mosquito da febre amarela”.

Catastróficas, acusatórias e até aparentemente inofensivas, as notícias falsas sobre saúde têm se espalhado com frequência pelas redes sociais e aplicativos de mensagens e estão causando muita preocupação a autoridades sanitárias e médicos em todo o mundo. Mais do que afetarem apenas o indivíduo que acredita nelas, têm a possibilidade de virarem um problema de saúde pública. A partir, aparentemente, da má informação, foram identificados casos recentes de retomada de doenças que já não eram registradas de maneira significativa havia tempo. Foi assim com o sarampo em partes dos Estados Unidos e em países da Europa e com casos de morte por difteria na Malásia. Por causa de boatos e notícias falsas, campanhas de vacinação foram prejudicadas no Brasil, com pessoas temendo que fossem as injeções, por exemplo, as transmissoras do vírus da zika. Médicos relatam casos de pacientes que, acreditando em soluções milagrosas, negligenciaram o tratamento tradicional contra o câncer ou outras doenças graves.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia