WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
dezembro 2021
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Fitness’

Futebol com efeito de remédio: Pesquisa aponta os principais benefícios deste esporte

Que a prática de atividade física faz bem para o corpo todo mundo sabe. Mas uma revisão científica feita por estudiosos dinamarqueses exalta particularidades muito bem-vindas do esporte preferido dos brasileiros.

De acordo com os novos achados, o futebol aprimora a capacidade cardiorrespiratória, os níveis de colesterol e pressão e a forma física dos praticantes amadores. “Observamos que a modalidade tem amplos efeitos no organismo, além de melhorar o bem-estar social, a imagem corporal, a autoconfiança e a qualidade de vida”, conta Peter Krustrup, professor de Ciências do Esporte e Saúde da Universidade do Sul da Dinamarca. Nos dados analisados pelo time de Krustrup, o aspecto competitivo do futebol foi deixado de lado — isso para evitar que o estresse e as jogadas mais agressivas resultassem em tensão e lesões.

:: LEIA MAIS »

Conheça os benefícios do treino funcional

DA REDAÇÃO

Desde queima calórica, até consciência corporal. O treino funcional é um dos mais completos, proporcionando resultados efetivos ao corpo

O treino funcional é muito conhecido e praticado há bastante tempo pelas pessoas que frequentam academias e parques. Mas você sabia que ele promove uma série de benefícios ao corpo? Em um treino rápido e dinâmico, o praticante é estimulado de diferentes formas, gerando queima calórica, resistência muscular e um corpo mais inteligente. Além de ser composto por exercícios capazes de serem praticados por qualquer pessoa, independentemente da idade, sempre que respeitada a individualidade de cada um. :: LEIA MAIS »

1º de Setembro: Dia do Profissional de Educação Física

DA REDAÇÃO

POR VANESSA DOS SANTOS

O Dia do Profissional de Educação Física é comemorado em 01 de setembro e coincide com a data em que entrou em vigor a lei que regulamenta a profissão.

No dia 1º de Setembro, é comemorado em nosso país o Dia do Profissional de Educação Física, uma data voltada para a valorização e entendimento das várias modalidades que englobam essa profissão. Essa celebração ocorre nessa data por coincidir com a instituição da Lei Federal nº 9696, em 01 de setembro de 1998, que regulamentou a Profissão de Educação Física e criou os Conselhos Federais e Regionais de Educação Física.

De acordo com o Conselho Federal de Educação Física, é reconhecido como Profissional de Educação Física aquele identificado pelas denominações a seguir: Professor de Educação Física, Técnico Desportivo, Treinador Esportivo, Preparador Físico, Personal Trainner, Técnico de Esportes; Treinador de Esportes; Preparador Físico-corporal; Professor de Educação Corporal; Orientador de Exercícios Corporais; Monitor de Atividades Corporais; Motricista e Cinesiólogo. :: LEIA MAIS »

Praticar atividade física no inverno requer atenção especial

DA REDAÇÃO

Silvana Vertematti 

As baixas temperaturas, o ar seco e a desidratação – devido à baixa ingestão de líquidos – são alguns dos principais problemas ao se exercitar durante o inverno, relatados pela médica do esporte do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Silvana Vertematti*.

Entre as diferenças de realizar exercícios, principalmente ao ar livre, nesta época do ano, estão a motivação, umidade do ar, sensação térmica e sudorese.
“A necessidade metabólica aumentada provoca sudorese que, devido à menor temperatura do ar, não evapora tão facilmente das roupas. :: LEIA MAIS »

5 dicas para emagrecimento

DA REDAÇÃO/YOU TUBE

Você pode emagrecer de várias maneiras, mas com essas 5 dicas o resultado vai ser mais eficaz e de forma bem saudável. Márcio Atalla traz informações interessantes sobre esse assunto. Ele é professor de Educação Física, com especialização em Treinamento de Alto Rendimento, e pós-graduado em Nutrição, pela USP.


É melhor fazer exercício físico antes ou depois do café da manhã?

DA REDAÇÃO

Especialista em nutrição esportiva afirma que, embora alguns estudos indiquem benefícios de se treinar em jejum, o melhor é se alimentar – e que a chave está na quantidade e qualidade.

rata-se de um dilema antigo: é melhor tomar café da manhã antes ou depois de fazer exercícios?
Enquanto alguns estudos apontam para os benefícios da alimentação pré-treino para obter melhor rendimento físico, outros sugerem que se exercitar em jejum estimula a perda de peso. Mas a verdade é que o mundo fitness é baseado em condicionantes, e o que é bom para determinadas pessoas pode ser contraproducente para outras. E também é preciso levar em consideração as variáveis das pesquisas e a representatividade dos grupos de controle observados. :: LEIA MAIS »

O excesso de água prejudica a performance durante a prática de exercícios de longa duração?

DA REDAÇÃO

Um estudo publicado recentemente pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, analisou amostras de sangue de 488 corredores, antes e após a Maratona de Boston de 2002, e chamou à atenção de médicos e treinadores de todo o mundo.

A pesquisa revelou que, apesar da maioria estar bem hidratada após a maratona, 13% dos atletas beberam tanta água que apresentaram quadro de hiponatremia, caracterizado pela falta de sódio no organismo e conseqüente inchaço no estômago, vômito, fadiga extrema e perda de coordenação motora. A hiponatremia é geralmente causada pela combinação da perda de sódio pelo suor e ingestão excessiva de água, provocando assim a diluição do sódio. Outros sintomas da hiponatremia são expressos pela fraqueza, apatia, cefaléia, taquicardia, choque e, em casos mais severos, confusão mental, alucinação e mesmo coma. Tais sintomas são causados pela perda de sódio, um mineral de extrema importância na manutenção do volume dos líquidos corporais, no processo de contração muscular e ainda para a absorção de glicose. :: LEIA MAIS »

Cuidado com o consumo de bebidas isotônicas

DA REDAÇÃO

POR MICHELLE ACHKAR

Quando sentimos sede já estamos em processo de hipohidratação. E a perda de líquidos pode chegar a 2% do peso corporal. Por isso, não podemos esperar a manifestação da sede para nos hidratarmos.

O alerta é ainda mais importante para quem pretende passar o dia sob o sol, se movimentando ou praticando exercícios físicos, que podem provocar a perda de um a dois litros de água por hora.

A solução para manter o corpo hidratado é o consumo de água de maneira constante durante o dia. Não vale apelar para as bebidas isotônicas pensando em prevenir-se de uma maior perda de líquidos.

Estudos recentes apontam que o alto consumo de bebidas energéticas acabam sobrecarregando os rins pela quantidade de eletrólitos (sais minerais) sem necessidade! Para quem não tem o hábito de beber água, carregue sempre uma garrafinha consigo, não só quando for praticar exercícios físicos, mas também nas atividades do dia a dia. Ao olhar para a sua garrafinha, você automaticamente irá lembrar que tem de tomar água. Os principais sais minerais eliminados com o suor são o sódio e o cloro.

Quem for praticar exercícios, segundo a American College Of Sports Medicine, deve começar a hidratação duas horas antes da atividade, com cerca de 500ml de água, e beber pequenas quantidades a cada 20 minutos. Se a duração do exercício for superior a uma hora, é importante parar e ingerir entre 600 ml e 1,2 litro de água.

Exercícios físicos não ajudam no controle de peso, concluem cientistas

DA REDAÇÃO

Uma equipe internacional de pesquisadores coletou novas evidências de que os exercícios físicos podem não ser a chave para controlar o peso.

Eles estudaram adultos jovens de cinco países e constataram que nem a atividade física e nem o tempo sedentário estavam associados com o ganho de peso.

“Os resultados do nosso estudo indicam que a atividade física pode não proteger você de ganhar peso,” resume Lara Dugas, da Universidade Loyola (EUA), que liderou o estudo. :: LEIA MAIS »

Futebol brasileiro: será que somos prestigiados pelos estrangeiros?

DA REDAÇÃO

*Daniel Nogueira é radialista, comentarista esportivo, com carreira notável, tendo em seu currículo passagens pelas principais emissoras de Vitória da Conquista, tais como Rádio Clube, Rádio Cidade, 96 FM e atualmente Rádio Brasil FM. Nogueira teve sua base de formação radiofônica em Salvador, onde foi discípulo de França Teixeira, uma grande referência do rádio baiano.

POR DANIEL NOGUEIRA*

Nossos campeonatos são transmitidos por importantes emissoras esportivas mundo afora.

Celebrado como “país do futebol”, o Brasil não consegue levar mais do que 13 mil torcedores em média ao estádio em partidas da principal competição nacional.

As receitas do esporte no país ainda são baixas quando comparadas às dos principais clubes da Europa ou mesmo de países onde o futebol não é tão popular. E os times brasileiros não conseguem impedir a ida de seus principais talentos para a Europa.

Esses são problemas já conhecidos e que não foram resolvidos nas últimas décadas. Ao mesmo tempo, países com até então pouca tradição no esporte, como Estados Unidos, Japão e China, evoluíram, criaram ligas competitivas e começaram a atrair jogadores renomados no cenário internacional.

Conhecido por revelar grandes jogadores para o futebol europeu (e ter este status até os dias atuais), o futebol brasileiro tem uma boa atenção em importantes mercados do exterior.

Nossos campeonatos são transmitidos por importantes emissoras esportivas mundo afora. Obviamente, não é destaque de programação nenhuma, mas jogos importantes são exibidos na televisão, ao vivo, e em canais de grande audiência. :: LEIA MAIS »

Mitos na Academia

DO YOU TUBE/PÍLULAS DE SAÚDE

Carol bate um papo com o personal trainer e educador físico José Marcelino que fala sobre os principais mitos das academias.

Atividade física na infância pode afastar o risco de doenças cardiovasculares e sedentarismo na idade adulta

DO SEGS

O sedentarismo pode levar a doenças como hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol, infarto do miocárdio, além de ser considerado o principal fator de risco para a morte súbita

Em época repleta de diversões eletrônicas, é cada vez mais raro ver as crianças saírem para praticar exercícios. Sendo assim, o sedentarismo pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças, inclusive as cardiovasculares. E para diminuir as probabilidades destes problemas, um estilo de vida mais saudável, aliado a prática de atividade física precisam ser adotados desde cedo.

As crianças devem ser estimuladas a partir do nascimento. Isso é fundamental para o desenvolvimento neuropsicomotor, além de reduzir as chances de diversas doenças. Os pais têm papel fundamental e podem ajudar a despertar o interesse da criança que, quando encorajada a praticar exercícios desde a infância, tendem a se tornar adultos mais ativos. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia