WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
outubro 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Dicas em Saúde’

Higiene íntima: Os cuidados necessários em 5 situações do cotidiano

Ginecologista explica como evitar doenças e irritação na região genital em situações como idas à praia e prática sexual.

Sabonete de glicerina neutro, calcinhas de algodão e chá de camomila. Você sabe o que estes três itens aleatórios têm em comum? Por incrível que pareça, o trio deveria fazer parte da sua higiene íntima para evitar a proliferação de bactérias na região. Segundo a ginecologista Patrícia Gonçalves, de São Paulo, é importante cuidar da sua saúde íntima para que não haja colonização do trato genital por bactérias oportunistas – que não fazem parte da flora genital normal. A especialista reforça que “realizar a higiene local duas vezes ao dia e usar sabonete líquido ou em barra de glicerina neutro”, podem ser métodos eficientes para adotar no seu dia a dia.

Mas atenção…

:: LEIA MAIS »

No inverno, a atenção deve ser redobrada quando se fala em saúde

Respiração e a pele são as áreas mais prejudicadas com a baixa umidade do ar, mas algumas orientações podem proteger mais do que o casaco nos dias frios.

Sabe aquele prazeroso banho quente no inverno? E quem nunca saiu fechando todas as janelas para se proteger dos ventos frios? São atitudes simples que tomamos para nos aquecer, mas que podem não ser nada saudáveis. Isso porque essa estação exige cuidados especiais para nossa saúde, principalmente para a pele e o campo respiratório, que ficam mais sensíveis neste tempo com as infecções que amam esse clima.

A seca que acompanha o inverno traz males que começam no maior órgão do corpo, como exemplifica Luciano Ferreira Morgado, especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia: “A pele fica propensa ao surgimento de áreas de irritação, chamadas de eczema. Também são frequentes a dermatite atópica – mais comum em crianças – e o desenvolvimento de infeções bacterianas, como a celulite, desencadeadas pelo ressecamento”, detalha. Mas com pequenas ações podemos nos prevenir e nos manter bem cuidados, explica Luciano. “Devemos evitar esses banhos muito quentes e demorados, o uso de buchas e de sabonetes abrasivos – que causam desgaste por raspagem -, pois ressecam a pele. Também é bom usar sabonetes ou géis de banho com ativos hidratantes, além de ingerir bastante água, sucos e alimentos com ativos ricos em antioxidantes, como as vitaminas C e E.”

:: LEIA MAIS »

Má informação também pode prejudicar a saúde física do idoso

Antes de indicar um exercício a um idoso, pergunte primeiro o que ele sente, diz especialista.

Quando a idade vem chegando, os idosos começam a sofrer com alguns problemas erroneamente considerados normais para a idade, como dores nas articulações, nos ossos e até mesmo no equilíbrio. Muitos desses problemas podem ser causados pela falta de atividade física ou pela atividade física exercida de forma incorreta. Ouça a entrevista:

O professor Carlos Roberto Bueno Júnior, da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) da USP, explica que a prática de atividade física é muito importante, porque colabora para a perda de gordura no sangue, ajuda a diminuir os altos índices de açúcar, ajuda no emagrecimento, sem falar da importância para o desenvolvimento muscular. “A atividade física aplicada ao idoso deve ser muito bem analisada, principalmente pelo fato dessa população ter mais dores e apresentar certas limitações. Por isso, as atividades prescritas devem ser feitas, principalmente, analisando essas limitações”, diz o professor.

:: LEIA MAIS »

Futebol com efeito de remédio: Pesquisa aponta os principais benefícios deste esporte

Que a prática de atividade física faz bem para o corpo todo mundo sabe. Mas uma revisão científica feita por estudiosos dinamarqueses exalta particularidades muito bem-vindas do esporte preferido dos brasileiros.

De acordo com os novos achados, o futebol aprimora a capacidade cardiorrespiratória, os níveis de colesterol e pressão e a forma física dos praticantes amadores. “Observamos que a modalidade tem amplos efeitos no organismo, além de melhorar o bem-estar social, a imagem corporal, a autoconfiança e a qualidade de vida”, conta Peter Krustrup, professor de Ciências do Esporte e Saúde da Universidade do Sul da Dinamarca. Nos dados analisados pelo time de Krustrup, o aspecto competitivo do futebol foi deixado de lado — isso para evitar que o estresse e as jogadas mais agressivas resultassem em tensão e lesões.

:: LEIA MAIS »

Sabia que as pipocas fazem bem à saúde? Fazem e até fazem emagrecer…

Quando se fala em pipocas salta logo à ideia um daqueles balde XXL para comer até fartar durante um bom filme. Claro que os “puristas” vão dizer que “é bom para a alma, mas para o corpo é açúcar e gordura”.

Bom, perdoamos-lhes o mal que nos fazem pelo bem que sabem? Podemos ir um pouco mais longe e ler alguns estudos recentes que comprovaram que a pipoca pode fazer bem à saúde e, pasmem, até emagrecer. Já percebemos que a parte do ser bom e emagrecer está a palpitar no seu cérebro… mas calma, calma. Vamos falar num estudo que mostra haver prova científica de que a pipoca carrega antioxidantes e fibras, mas é preciso prestar atenção na forma como o alimento é preparado. Se é daquelas pessoas que gosta de estourar o petisco com manteiga ou colocar temperos prontos, cuidado, pois desta maneira aumentam os índices de colesterol, gordura e sódio. Ou seja, os benefícios evaporam junto com o calor. De acordo com a nutricionista Abby Langer, a pipoca para ser saudável deve ser preparada na panela e livre de ingredientes como o sal. Desta forma a ingestão da pipoca carrega consigo somente 30 calorias.

:: LEIA MAIS »

Morte súbita é a principal preocupação da epilepsia. Veja como prevenir

Episódios acontecem durante a noite, quando o indivíduo está dormindo. Mas algumas medidas básicas diminuem o risco.

A epilepsia é uma desordem neurológica marcada por uma desregulação no sistema elétrico do cérebro. Durante a crise, as células nervosas começam a se comportar de forma anormal e exagerada, o que leva à perda de consciência, movimentos involuntários dos músculos, náuseas e vômitos. Felizmente, as medicações disponíveis são capazes de manter a enfermidade sob controle em pelo menos dois terços dos casos. É vital obedecer as recomendações do médico e não abandonar o tratamento de jeito nenhum. Durante o Congresso Cérebro, Comportamento e Emoções, realizado na cidade gaúcha de Gramado, especialistas apresentaram estratégias para evitar a morte súbita, um dos maiores temores nessa doença.

:: LEIA MAIS »

Vídeo: Especialista dá dicas para cuidar da saúde dos olhos no São João

Todo o cuidado é pouco no período junino, principalmente com fogos de artifício e fogueiras durante as festas. Os prejuízos para a saúde são diversos, a começar pela asma e alergias causadas pela fumaça. Uma questão que muitas vezes não recebe a atenção necessária é a saúde dos olhos no período.

A dona de casa Valquíria da Conceição foi atingida nos olhos por um traque de massa, e agora, seu dia a dia está complicado. “Uma criança de três anos estourou o traque no meu olho. Doía muito, eu fiquei com medo de perder a minha visão”, explica. No momento do acidente, ela tentou manter a calma e agiu corretamente, lavando o olho com água corrente e indo ao médico. Ainda em recuperação, Valquíria continua a enxergar tudo embaçado.

:: LEIA MAIS »

Contato físico entre pais e filhos faz bem à saúde dos pequenos, diz estudo

Uma pesquisa feita pela Universidade de Colúmbia Britânica, no Canadá, e pelo Instituto de Pesquisa do Hospital da Criança da mesma província canadense concluiu que o toque e o contato entre bebês e seus cuidadores podem afetar as crianças em nível celular.

— O estudo mostrou que as crianças que foram mais angustiadas quando bebês e receberam menos contato físico tinham um perfil molecular em suas células considerado subdesenvolvido para a idade, apontando para a possibilidade de atraso biológico — explica o pediatra e homeopata Moises Chencinski. O trabalho envolveu 94 crianças saudáveis. Os pesquisadores pediram aos pais de bebês de 5 semanas que mantivessem um diário do comportamento de seus filhos, registrando informações como sono, choro e alimentação, bem como a duração do cuidado que envolvia o contato físico. Quando as crianças tinham cerca de 4 anos e meio, o DNA delas foi coletado.

:: LEIA MAIS »

Sexo faz bem a saúde: emagrece, alivia dores e melhora aparência do rosto

Para aproveitar os benefícios da relação sexual é preciso criar intimidade com o parceiro.

Para esquentar o dia dos namorados, nada melhor do que ir pra debaixo dos lençóis com seu par. O sexo faz bem — e muito — para a saúde, tanto que a Organização Mundial da Saúde o considera como um dos pilares da qualidade de vida. Para aproveitar os benefícios da relação sexual é preciso criar intimidade com o parceiro.

— Uma relação sexual com intimidade promove uma boa saúde. O sexo é uma necessidade biológica, assim como comer e dormir — afirma Selena Rocha, sexóloga e professora de psicologia do Centro Universitário Celso Lisboa. Junto com o sexo, é preciso que o amor e o respeito também deitem na cama. A relação deve ser desejo dos dois, nunca uma imposição de um dos lados. A sintonia do casal vai afinando de acordo com o tempo investido em comunicação.

:: LEIA MAIS »

A importância do Ômega 3 na saúde de quem pratica esportes

O ômega 3 é um ácido gordo polinsaturado, muito importante para a saúde humana. Como não é produzido endogenamente, é necessário que seja ingerido através de alimentos. Existem 3 tipos de ácidos gordos da série ômega 3 o ácido alfa linolénico (ALA – C18:3); o ácido eicosapentaenoico (EPA – C20:5) e ainda o ácido docosaexaenoico (DHA – C22:6). O ALA está naturalmente presente em alimentos de origem vegetal enquanto que o EPA e DHA no pescado e óleos de peixe.

Os alimentos mais ricos em ômega 3 são peixes de águas profundas: arenque, atum, sardinha, truta, cavala. O ácido alfa-linolénico está presente nos óleos de linhaça e canola e vegetais, como o agrião, a couve, a alface, o espinafre e os brócolis. São também boas fontes: chia, linhaça (óleo, semente e farinha), vegetais verde escuros (couve, espinafre e rúcula), castanha do Brasil e nozes.

:: LEIA MAIS »

Os benefícios do café para a sua saúde

O hábito de tomar café, desde que em doses moderadas (de 4 a 5 xícaras de 50 ml por dia), não oferece riscos ao organismo, muito pelo contrário, proporciona diversos benefícios. Entre os motivos está sua riqueza nutricional, com destaque não apenas para a cafeína, famosa por seu efeito estimulante, mas também pela alta concentração de polifenóis – antioxidantes que impedem, ou ao menos diminuem, a ação dos radicais livres, que prejudicam o equilíbrio celular. Segundo recentes descobertas científicas, o café tem diversas propriedades que contribuem para a prevenção de doenças e promoção do bem-estar. Confira a seguir:

Acelera o metabolismo e queima calorias

Segundo o endocrinologista Filippo Pedrinola, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem) e da Sociedade Americana de Endocrinologia, a cafeína é uma das poucas substâncias naturais que ajudam a queimar calorias. “Outros estudos mostram que ela pode aumentar especificamente a queima de gordura por meio da ativação do sistema nervoso simpático e oxidação lipídica. A substância aumenta os níveis de adrenalina no sangue, e este hormônio quebra as células de gordura, liberando-as no sangue como ácidos graxos livres que atuam como combustível e, portanto, melhoram a performance nas atividades físicas, conforme o estudo publicado no International Journal of Sports Nutrition e no Scandinavian Journal of Medicine and Science in Sports”, ressalta o especialista.

:: LEIA MAIS »

Estes 8 hábitos prejudicam a saúde da sua vagina

Nem tudo se resume à higiene íntima, acredite. Existem outros fatores que prejudicam a saúde da vagina e que facilmente passam despercebidos.

Para que saiba que hábitos deve evitar ou até mesmo perder, reunimos oito deles (comuns a muitas mulheres) que comprometem a saúde vaginal. Façamos um pequeno teste: Troca sempre de roupa interior após um treino? E depois de um mergulho, troca o biquíni ou fato de banho molhados por roupa seca? Se respondeu que não a ambas as perguntas (veja mais na galeria acima), saiba que está a colocar em risco a saúde da sua vagina.

Porquê? Um dos maiores inimigos da zona vaginal é o excesso de humidade. Promove o aparecimento de bactérias e fungos, levando facilmente a infeções e complicações nessa área do corpo. A estes erros juntam-se ainda outros – referidos na galeria acima -, igualmente promotores de problemas vaginais. Perceber o que se está a fazer de errado nem sempre é fácil, uma vez que se pensa estar a fazer o correto.

:: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia