DO BN SAÚDE

Uma pesquisa da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, descobriu que divórcio pode gerar mais problemas do que se imagina ao casal.

Publicado na revista Circulation, o estudo mostra que pessoas divorciadas têm uma maior tendência a ataques cardíacos. “Minha especulação é que o sofrimento psicológico leva a um constante estresse sobre o sistema imunológico, o que causa altos níveis de inflamação e aumento do estresse hormonal.

A função imune é alterada para pior e se isso continua por muitos anos é criado um problema fisiológico”, explicou uma das coordenadoras da pesquisa, Linda George. De acordo com a publicação, o divórcio pode aumentar em 24% a taxa de ataque do coração entre mulheres e em 10% entre os homens. Já para aqueles que passaram por mais de um divórcio, o risco sobe para 77% no caso das mulheres e 30% para homens.

Segundo o jornal O Globo, de 1992 a 2010 foram analisadas 15.827 pessoas. Ainda não há uma forma de minimizar os efeitos, a não ser o apoio de amigos.