WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
;
o blog artigos curiosidades dicas qualidade de vida fale conosco
março 2011
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: 15/mar/2011 . 20:06

Sentir dor reduz sentimentos de culpa

DA  ASSOCIATION FOR PSYCHOLOGICAL  SCIENCE

Muitas religiões associam o perdão a castigos físicos e sacrifícios. A idéia de que a dor pode purificar a alma é antiga, mas ela tem fundamentos?

O pesquisadores da Universidade de Queensland (Austrália) fizeram um experimento em que pediram que os participantes escrevessem curtos ensaios sobre uma situação em que prejudicaram alguém. O objetivo era que essa lembrança fizesse eles se sentirem culpados. Um grupo controle escreveu sobre um evento comum em suas vidas.

Logo após, pessoas de ambos os grupos tiveram que colocar suas mãos em baldes de água gelada pelo máximo de tempo que conseguissem. O restante colocou suas mãos em baldes de água morna. Após o experimento os participantes falaram se sentiram dor ou não, e completaram um questionário sobre sentimentos de culpa. :: LEIA MAIS »

Estudo aponta origem da ansiedade

DA NATIONAL SCIENCE FOUNDATION

Já imaginou usar a luz para tratar distúrbios relacionados com a ansiedade? É o que propõe pesquisadores da Universidade de Stanford. Esses usaram a luz para ativar os neurônios de ratos e identificar com precisão os circuitos neurais de comportamentos que aumentam ou diminuem relacionados à ansiedade.

Os distúrbios de ansiedade são a classe mais comum entre os problemas psiquiátricos. Entre as doenças relacionadas com a ansiedade pode-se citar o transtorno de estresse pós-traumático, transtorno obsessivo-compulsivo e fobias, além de depressão e abuso de substâncias, seja drogas, álcool ou comida. :: LEIA MAIS »

Familiares podem acelerar recuperação de pacientes de derrame

DA WEBMD

O processo de recuperação de derrame é complicado, mas os pacientes podem melhorar mais rápido quando a família ajuda.

Pesquisadores analisaram 40 pessoas que sofreram derrames. Metade dessas pessoas receberam o tratamento rotineiro de exercícios. O restante do grupo recebeu além dessa terapia a ajuda dos familiares que faziam parte de um programa que inclui os membros da família no programa de atividades do paciente, como ajudantes – o FAME, Family-Mediated Exercise Intervention.

Os familiares ajudavam em atividades, adicionando exercícios de 35 minutos diários ao programa do paciente. As atividades eram simples e podia ser feitas no próprio quarto. Cada programa de exercícios era modificado para se adaptar às necessidades específicas de cada pessoa. :: LEIA MAIS »

Hortelã trata e inibe surgimento de úlceras estomacais

DO JORNAL DA UNICAMP

A úlcera péptica causa danos e desconforto ao estômago, e acomete cerca de 10% da população mundial, principalmente indivíduos com idade entre 30 e 70 anos. Seu desenvolvimento está fortemente relacionado com a digestão alimentar, que ocorre quando há, por exemplo, sobreposição de fatores que agridem a mucosa gástrica – ácido clorídrico e pepsina – em relação aos fatores que a protegem – muco e bicarbonato.

Estudo realizado pela Unicamp aponta que a hortelã pode ser usada para aliviar os sintomas de pessoas que sofrem com úlcera. A bióloga Christiane Takayama testou um óleo essencial da espécie Hyptis spicigera, popularmente conhecida como catirina, hortelã, cheirosa ou cheirosa-de-espiga. O óleo, que ainda precisa de mais testes antes de se comercializado, conseguiu inibir praticamente em 100% a formação da lesão ulcerativa. :: LEIA MAIS »

Cardiologista Otavio Gebara fala sobre o infarto nas mulheres

DA GLOBO VIDEOS/BEM ESTAR

Diferente dos homens, o infarto nas mulheres pode ser mais facilmente confundido com outros problemas. O cardiologista Otavio Gebara respondeu às dúvidas recebidas pela internet sobre o assunto.

Obesidade pode ser causada por má nutrição durante a gestação

DO EUREKALERT

Pesquisas mostram que é possível que crianças que nasceram abaixo do peso se desenvolvam rapidamente e recuperem o atraso no seu desenvolvimento. Quando isso acontece, aumentam os riscos de ela se tornar obesa e adquirir doenças como diabetes tipo 2, hipertensão, osteoporose e doenças cardiovasculares. As raízes desses problemas podem estar na privação de alimentos durante a gestação.

Durante a gravidez, o bebê é “programado” para comer mais ou menos durante sua vida, dependendo da nutrição da mãe. Isso acontece porque crianças que passaram por gestações em que a mãe não estava bem nutrida desenvolvem menos neurônios na região do cérebro responsável pelo consumo de alimentos. Cientistas da Universidade de Los Angeles (EUA) usaram modelos animais e descobriram uma diferenciação entre as células-tronco de recém nascidos abaixo do peso e daqueles de peso normal. Esse fato dá mais informações sobre a relação entre o baixo do peso do bebê e o desenvolvimento de obesidade e outras doenças ao longo da vida. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia